Síntese, caracterização e aplicação do MCM-41 e A1-MCM-41 na pirólise do resíduo atmosférico de petróleo

In present work, mesoporous materials of the M41S family were synthesized, which were discovered in the early 90s by researchers from Mobil Oil Corporation, thus allowing new perspectives in the field of catalysis. One of the most important members of this family is the MCM-41, which has a hexagonal...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Castro, Kesia Kelly Vieira de
Orientador/a: Araújo, Antônio Souza de
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Programa: Programa de Pós-Graduação em Química
Department: Físico-Química; Química
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17616
Citação:CASTRO, Kesia Kelly Vieira de. Síntese, caracterização e aplicação do MCM-41 e A1-MCM-41 na pirólise do resíduo atmosférico de petróleo. 2009. 142 f. Dissertação (Mestrado em Físico-Química; Química) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo Português:No presente trabalho, foram sintetizados materiais mesoporos da família M41S que foram descobertos no início dos anos 90 por pesquisadores da Mobil Oil Corporation, possibilitando assim novas perspectivas no ramo da catálise. Um dos mais importantes membros desta família é o MCM-41, que possui um arranjo hexagonal de mesoporos com diâmetros de poros entre 2 a 10 nm e uma alta área superficial, tornando-o bastante promissor para ser utilizado como catalisador no refino do petróleo para o craqueamento catalítico, já que seus mesoporos facilitam o acesso de moléculas grandes de hidrocarbonetos, aumentando assim a produção de produtos leves com uma alta demanda no mercado. A adição de alumínio na estrutura do MCM-41 aumenta a acidez do material, tornando-o mais positivo para aplicação na indústria petroquímica. Os materiais mesoporosos do tipo MCM-41 e Al-MCM- 41 (razão Si/Al=50) foram sintetizados através do método hidrotérmico partindo da Sílica gel, NaOH e água destilada. Como direcionador estrutural foi utilizado CTMABr. Para o Al- MCM-41 utilizaram-se os mesmos reagentes acrescentando a pseudobohemita (fonte de alumínio) no gel de síntese. As sínteses foram realizadas durante um período de quatro dias com correção diária de pH. As melhores condições de calcinação para remoção do direcionador orgânico (CTMABr) foram otimizadas por TG/DTG e através de análises por DRX, FTIR e adsorção de nitrogênio verificou-se que tanto o método de síntese hidrotérmica como as condições de calcinação baseado nos estudos por TG foram promissores para produção de materiais mesoporosos com alto grau de ordenação hexagonal. As propriedades ácidas dos materiais foram determinadas pela dessorção de n- butilamina via termogravimetria. Comprovou-se que a adição de alumínio na estrutura do MCM-41 promoveu um aumento na acidez deste catalisador. Para verificar a atividade catalítica desses materiais utilizou-se uma amostra do Resíduo Atmosférico (RAT) que é proveniente da destilação atmosférica do petróleo proveniente do Pólo de Guamaré- RN previamente caracterizado por várias técnicas como: Termogravimetria, FTIR e FRX, realizando-se através da análise térmica um estudo comparativo entre a degradação térmica do RAT, pirólise do RAT+MCM-41 e RAT+Al-MCM-41. Verificou-se que o Al-MCM-41 promoveu um efeito catalítico mais satisfatório na pirólise do RAT, já que o craqueamento dos produtos pesados presentes no resíduo ocorreu em temperaturas inferiores às observadas para a pirólise com MCM-41 e com isso diminuindo também a energia de ativação para o processo, bem como aumentando os valores de conversão do resíduo em produtos leves
Resumo inglês:In present work, mesoporous materials of the M41S family were synthesized, which were discovered in the early 90s by researchers from Mobil Oil Corporation, thus allowing new perspectives in the field of catalysis. One of the most important members of this family is the MCM-41, which has a hexagonal array of mesopores with pore diameters ranging from 2 to 10 nm and a high surface area, enabling it to become very promising for the use as a catalyst in the refining of oil in the catalytic cracking process, since the mesopores facilitate the access of large hydrocarbon molecules, thereby increasing the production of light products, that are in high demand in the market. The addition of aluminum in the structure of MCM-41 increases the acidity of the material, making it more beneficial for application in the petrochemical industry. The mesoporous materials MCM-41 and Al-MCM-41 (ratio Si / Al = 50) were synthesized through the hydrothermal method, starting with silica gel, NaOH and distilled water. CTMABr was used as template, for structural guiding. In Al-MCM-41 the same reactants were used, with the adding of pseudoboehmite (as a source of aluminum) in the synthesis gel. The syntheses were carried out over a period of four days with a daily adjustment of pH. The optimum conditions of calcination for the removal of the organic template (CTMABr) were discovered through TG / DTG and also through analysis by XRD, FTIR and Nitrogen Adsorption. It was found that both the method of hydrothermal synthesis and calcination conditions of the studies based on TG were promising for the production of mesoporous materials with a high degree of hexagonal array. The acidic properties of the materials were determined by desorption of n-butylamine via thermogravimetry. One proved that the addition of aluminum in the structure of MCM-41 promoted an increase in the acidity of the catalyst. To check the catalytic activity of these materials, a sample of Atmospheric Residue (RAT) that is derived from atmospheric distillation of oil from the Pole of Guamaré- RN was used. This sample was previously characterized by various techniques such as Thermogravimetry, FTIR and XRF, where through thermal analysis of a comparative study between the thermal degradation of the RAT, the RAT pyrolysis + MCM-41 and RAT + Al- MCM-41. It was found that the Al-MCM-41 was most satisfactory in the promotion of a catalytic effect on the pyrolysis of the RAT, as the cracking of heavy products in the waste occurred at temperatures lower than those observed for the pyrolysis with MCM-41, and thereby also decreasing the energy of activation for the process and increasing the rates of conversion of residue into lighter products