Remoção de poluentes emergentes (Rifampicina e Azul Brilhante FCF) do meio aquoso usando tecnologias eletroquímicas: estudo dos efeitos dos principais parâmetros na descontaminação de efluentes

Os poluentes emergentes mais facilmente detectados no ambiente aquático são os antibióticos e os corantes, o primeiro por possuir característica refratária dificultando a remoção efetiva nos esgotos e plantas de tratamento, o segundo por ser produzido e utilizado em larga escala em várias etapas ind...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2019
Main Author: Sabino, Laysa Renata Duarte Brito
Orientador/a: Huitle, Carlos Alberto Martinez
Format: Dissertação
Language:por
Programa: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA
Assuntos em Português:
BDD
DQO
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/28505
Citação:SABINO, Laysa Renata Duarte Brito. Remoção de poluentes emergentes (Rifampicina e Azul Brilhante FCF) do meio aquoso usando tecnologias eletroquímicas: estudo dos efeitos dos principais parâmetros na descontaminação de efluentes. 2019. 103f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2019.
Resumo Português:Os poluentes emergentes mais facilmente detectados no ambiente aquático são os antibióticos e os corantes, o primeiro por possuir característica refratária dificultando a remoção efetiva nos esgotos e plantas de tratamento, o segundo por ser produzido e utilizado em larga escala em várias etapas industriais. Diante do contexto, há a necessidade da aplicação de técnicas para degradação / remoção de poluentes que estão no meio ambiente e provocarão, a longo prazo nos seres humanos, resistência a medicamentos e câncer. Neste estudo foi realizado o tratamento por oxidação anódica e eletro- fenton de efluentes sintéticos contaminados com um medicamento utilizado para Tuberculose, Rifampicina e o outro contaminado com o corante Azul Brilhante FCF, utilizando os eletrodos de Diamante Dopado com Boro (BDD) e Feltro de Carbono (CF). O efeito da aplicação de diferentes correntes na degradação e a influência da concentração inicial do poluente foram examinados. Estudos comparativos utilizando outros materiais de eletrodos comerciais também foram investigados, assim como a avaliação da eficiência de diferentes eletrólitos. A degradação da rifampicina teve melhores resultados com o material BDD / CF na densidade de corrente de 50 mAcm-2, atingindo 98% de remoção de DQO. Enquanto que a remoção do Azul Brilhante teve bons resultados a partir da aplicação da corrente de 250 mA por 6h, a depender da concentração inicial, chegando à eficiência de corrente de 93%.
The most easily detected emerging pollutants in the aquatic environment are antibiotics and dyes, the first to have a refractory feature making it difficult to effectively remove wastewater from sewage and treatment plants, the second to be produced and used on a large scale in several industrial stages. On this context, there is a need for the application of advanced techniques for the degradation/removal of these pollutants that are in environment and will, in the long term, cause resistance to drugs and cancer in humans. In this study was done the treatment by anodic oxidation and electro- fenton of synthetic effluents contaminated with a drug used to Tuberculosis, Rifampicin and the other contaminated with the Brilliant Blue FCF using Boron Doped Diamond (BDD) electrodes and Carbon Felt (CF). The effect of the application of different currents on the degradation and the influence of the initial concentration of the pollutant were examined. Comparative studies using other commercial electrode materials were also investigated, as was the evaluation of the efficiency of different electrolytes. The degradation of rifampicin had better results with the BDD / CF material at current density of 50 mAcm-2, achieving 98% COD removal. While the removal of Brilliant Blue had good results from the application of the current of 250 mA for 6 hours, depending on the initial concentration, reaching current efficiency of 93%.