Pulsão de saber : uma leitura na obra freudiana

This study´s theme is the drive to know (Die Wissentrieb) the impulse to research questions about sex and his own existence, presented by Freud on Three Essays on The Theory of Sexuality. The main objective were recapture Freudian texts to sustain our hypotheses of operational concept in his work. T...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Mikowski, Esther Maynart Pereira lattes
Orientador/a: Coelho, Daniel Menezes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Sergipe
Programa: Pós-Graduação em Psicologia Social
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/5975
Citação:MIKOWSKI, Esther Maynart Pereira. Pulsão de saber : uma leitura na obra freudiana. 2015. 99 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Resumo Português:O tema deste trabalho é a pulsão de saber (Die Wissentrieb), impulso de investigar questões em torno do sexo e da sua própria existência que foi apresentada por Freud nos Três Ensaios sobre a Sexualidade. O objetivo geral foi retomar textos freudianos que sustentassem nossa hipótese de operacionalidade do conceito na sua obra. A revisão bibliográfica realizada no Capítulo I em torno da educação e da clínica apontou indicações de estudos sobre a sexualidade infantil, a teoria da pulsão, a transferência e a cultura. No Capítulo II, ao tratar dos principais textos sobre sexualidade infantil e teorias sexuais infantis, o caso Hans se tornou representativo pela investigação e pelas teorias empreendidas pela sua curiosidade. Já o Capítulo III foi uma breve revisão da teoria das pulsões proposta por Freud, dividida em dois momentos. Por fim, o Capítulo IV versou sobre as produções de conhecimento na cultura e o manejo clínico, propostos como destinos da pulsão de saber. Encontramos tanto nos textos tardios sobre a cultura como nos artigos sobre a técnica o caráter investigativo do sujeito. Sendo assim, entendemos que a psicanálise dá provas de um sujeito saber na clínica e na cultura o que faz da pulsão de saber operativa na obra freudiana.
Resumo inglês:This study´s theme is the drive to know (Die Wissentrieb) the impulse to research questions about sex and his own existence, presented by Freud on Three Essays on The Theory of Sexuality. The main objective were recapture Freudian texts to sustain our hypotheses of operational concept in his work. The literature review in Chapter I around education and clinic pointed out to main studies directions on infantile sexuality, drive theory, transfer and culture. In Chapter II, treating key texts on infantile sexuality and infantile sexual theories, Little Hans´ case became representative for research and theories engaged on his curiosity. In Chapter III we did a brief review in the Freudian drive theory in its two moments. Finally, Chapter IV is about knowledge production in the culture and the clinic management that were proposed as drive to know destiny. We found both in the late Freudian texts about culture and religion and in the articles about psychoanalytic technique the investigative character presented by subject. Therefore, we understand psychoanalysis proves a subject to know in the clinic and in the culture what makes drive to know operative on Freudian work.