Desempenho produtivo de vacas 3/4 e 7/8 holandês x zebu criadas em condições de clima quente

The objective of this study was to evaluate the productive performance of crossbred cows ¾ and 7/8 Holstein x Zebu cows in early lactation reared in hot weather conditions, addressing aspects productive, physiological and metabolic. The paper is divided into three articles. Article 1: We evaluated t...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Batista, Diana Matos lattes
Orientador/a: Santos, Anselmo Domingos Ferreira
Format: Dissertação
Language:por
Programa: Pós-Graduação em Zootecnia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/6403
Resumo Português:Objetivou-se com esse estudo avaliar o desempenho produtivo de vacas mestiças ¾ e 7/8 Holandês x Zebu no início de lactação criadas em condições de clima quente, abordando aspectos produtivos, fisiológico e metabólicos. A dissertação encontra-se dividida em três artigos. Artigo 1: Foram avaliados os parâmetro fisiológicos frequência respiratória (FR), temperatura retal (TR) e temperatura de superfície corporal (TS), durante os primeiros 90 dias de lactação, em 23 vacas Holandês x Zebu destas, 10 com grau de sangue ¾ HZ e 13 com grau de sangue 7/8HZ. O objetivo nesta pesquisa foi estimar níveis críticos superiores do índice de temperatura e umidade (ITU) para os grupos sanguíneos anteriormente citados. Foi utilizado análise de correlação e regressão múltipla entre as variáveis. . Considerando-se a FR, foram estimados os valores críticos de ITU iguais a 80 e 90 para os graus de sangue ¾ e 7/8 respectivamente. Com base na TR, os valores críticos superiora de ITU para os referidos grupos genéticos foram 75 e 79, respectivamente. Considerando-se a TS, os graus de sangue apresentaram mesmo padrão de resposta, apresentando como valor crítico superior 81. Artigo 2: O objetivo do trabalho foi comparar o desempenho produtivo de vacas mestiças ¾ e 7/8 Holandês x Zebu (HZ) criadas em condições de clima quente. Para isso foram utilizadas 18 fêmeas bovinas HZ divididas em dois grupos: o ¾ (n=6) composto por fêmeas ¾ HZ e o 7/8 (n=12) composto por fêmeas 7/8HZ. As variávaeis produtivas avaliadas foram produção de leite (PL), produção de leite corrigida (PLC), produção de gordura (Gkg), percentual de gordura (G%), proteína (PT), lactose (LAC), peso corporal (PC), escore de condição corporal (ECC), escore de condição corporal por ultrassonografia (ECCUS), dos quais a PL, PLC, Gkg e PC apresentaram diferenças entre os grupos (p<0,05). Os animais do grupo ¾ apresentaram maior produção de leite e produção de Gkg que o grupo 7/8, embora tenha apresentado balanço energético negativo superior, durante os primeiros 90 dias de lactação, caracterizando um melhor desempenho produtivo. Artigo 3: O perfil metabólico, parâmetros fisiológicos e ambientais foram utilizados no presente experimento para avaliar qual o grau de sangue de vacas de leite melhor se adapta a regiões de clima quente. Os metabólitos utilizados para definir o perfil metabólico dos animais foram glicose, colesterol total, HDL, LDL, triglicerídeos, proteínas totais, albumina, uréia, creatinina dos quais o HDL, triglicérides, albumina e uréia apresentaram diferenças entre os grupos (p<0,05). Acredita-se que em virtude das alterações metabólicas sofridas, durante o período de transição e início de lactação, que a vacas ¾ se adaptaram melhor às condições do experimento.
Resumo inglês:The objective of this study was to evaluate the productive performance of crossbred cows ¾ and 7/8 Holstein x Zebu cows in early lactation reared in hot weather conditions, addressing aspects productive, physiological and metabolic. The paper is divided into three articles. Article 1: We evaluated the physiological parameter respiratory rate (RF), rectal temperature (RT) and body surface temperature (ST) during the first 90 days of lactation in 23 Holstein x Zebu these, 10 grade blood ¾ HZ and 13 grade blood 7/8HZ. The objective of this research was to estimate the upper critical levels of temperature and humidity index (THI) for blood groups mentioned above. We used analysis of multiple regression and correlation among the variables. . Considering the FR were estimated critical values of ITU equal to 80 and 90 for grades blood ¾ and 7/8 respectively. Based on the TR, the critical values superior to those of UTI genetic groups were 75 and 79, respectively. Considering the TS, the degree of blood showed the same pattern of response, with critical value higher than 81. Article 2: The purpose of this study was to compare the performance of crossbred cows ¾ and 7/8 Holstein x Zebu (HZ) created in hot weather conditions. For this we used 18 Hz cows divided into two groups: ¾ (n = 6) consist of female ¾ HZ and 7/8 (n = 12) composed of 7/8HZ females. The variávaeis production were evaluated milk production (PL), corrected milk (PLC), fat (Gkg), fat percentage (F%), protein (PT), lactose (LAC), body weight (BW) , body condition score (BCS), body condition score by ultrasound (ECCUS), of which the PL, PLC, PC and Gkg differ between groups (p <.05). Animals in group ¾ had higher milk production and production Gkg Group 7/8, although it had more negative energy balance during the first 90 days of lactation, featuring a better production. Artigo 3: The metabolic, physiological and environmental parameters were used in this experiment to evaluate the degree of blood of cows best adapted to warm climates. Metabolites used to define the metabolic profile of the animals were glucose, total cholesterol, HDL, LDL, triglycerides, total protein, albumin, urea, creatinine of which HDL, triglycerides, albumin and urea showed differences between groups (p <0, 05). It is believed that due to metabolic changes suffered during the transition period and early lactation cows ¾ that is better adapted to the conditions of the experiment.