Um encontro com a arte em Aracaju : intervenção urbana com grandezas e miudezas

From the assumption of the degradation of social and emotional relationships, a fact apparent in contemporary cities, we aim to think a different approach the city by producing an urban intervention with graffiti and small paintings in the city of Aracaju to analyze the strengths and weaknesses of a...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Menezes, Priscilla Carla Carvalho de lattes
Orientador/a: Viana, José Maurício Mangueira lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Sergipe
Programa: Pós-Graduação em Psicologia Social
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Art
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/5970
Citação:MENEZES, Priscilla Carla Carvalho de. Um encontro com a arte em Aracaju : intervenção urbana com grandezas e miudezas. 2015. 133 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Resumo Português:A partir do pressuposto da degradação das relações sociais e afetivas, fato perceptível nas cidades contemporâneas, visamos pensar uma diferente aproximação da cidade, através da produção de uma intervenção urbana com grandezas e miudezas, na cidade de Aracaju, para analisar as potencialidades e fraquezas do encontro da artista-pesquisadora com a arte no urbano e com a própria cidade que habita. A intervenção urbana seria produção de uma relação afetiva e singular com a cidade? Que sensibilidades, que imagens e que subjetividades podem ser produzidas nesse encontro? Trata-se de uma pesquisa-intervenção, que utiliza a metodologia cartográfica, cuja fundamentação encontra-se nas ideias de alguns pensadores, tais como Gilles Deleuze, Félix Guattari, Espinosa.
Resumo inglês:From the assumption of the degradation of social and emotional relationships, a fact apparent in contemporary cities, we aim to think a different approach the city by producing an urban intervention with graffiti and small paintings in the city of Aracaju to analyze the strengths and weaknesses of an encounter between the artist-researcher with the art and with the city. The urban intervention would produce an affective and singular relationship with the city? What sensitivities, what images and subjectivities can be produced at this encounter? It is a research-intervention, which uses the cartographic methodology, whose foundation lies in the ideas of some thinkers such as Gilles Deleuze, Félix Guattari, Spinoza.