Processos de desinstitucionalização em CAPSad

This paper had the objective of tracing a cartography of deinstitutionalization processes at CAPSad (Psychosocial Attention Centre) in Aracaju referring to the period I was part of the management of this service - in 2007. To reach this goal, we used field diary as field register and mnemonic regist...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Carvalho, Ariane Brum de lattes
Orientador/a: Melo, Liliana da Escóssia lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Sergipe
Programa: Pós-Graduação em Psicologia Social
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/6028
Citação:CARVALHO, Ariane Brum de. Processos de desinstitucionalização em CAPSad. 2010. 132 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2010.
Resumo Português:Essa dissertação buscou traçar uma cartografia de processos de desinstitucionalização no CAPSad (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas), no município de Aracaju-SE, no período em que estive compondo a gestão local deste serviço - no ano de 2007. Para tanto, utilizamos de registros escritos (diários de campo) e registros mnemônicos. Trata-se de uma narrativa cartográfica, entendida aqui como uma narrativa que força um descolamento do dito para a busca das condições de sua produção. Com foco na esfera micropolítica do CAPSad, trazemos à tona situações concretas do cotidiano do serviço articulando-as com condições sociais, históricas e políticas de formulação, implantação e implementação da Política de Atenção Integral a Usuários de Álcool e Outras Drogas e da Reforma Psiquiátrica. Mais que descrição da experiência de ocupação de um lugar de gestão, esta narrativa aponta para a construção de um espaço coletivo de gestão de processos de trabalho, comprometido com certas diretrizes políticas, mas também com o questionamento e estranhamento ao instituído. O princípio de desinstitucionalização, apregoado pela Reforma Psiquiátrica adquire potência quando articulado aos problemas reais e concretos que emergem do cotidiano das práticas, cujas soluções são construídas pelos próprios sujeitos que os vivenciam e os tornam legítimos
Resumo inglês:This paper had the objective of tracing a cartography of deinstitutionalization processes at CAPSad (Psychosocial Attention Centre) in Aracaju referring to the period I was part of the management of this service - in 2007. To reach this goal, we used field diary as field register and mnemonic register. This is a cartographic narrative, understood as a narrative which forces a detachment from what is said, to research the conditions for its production. Focused on CAPSad micropolitical sphere, we brought up concrete situations from the service‟s routine articulating it to social and historical conditions and also with the Integral Attention to Alcohol and Other Drugs Users Policy and Psychiatric Reform. This paper is not only a description of a personal management experience, it points to a collective field of management and work processes implicated with specific political policies and also the questioning and to wonder about what is already instituted. The deinstitutionalization paradigm intended by the Psychiatric Reform gather potency when linked to real and concrete problems that appear on daily practices, which solutions are built by the people who experience and legitimate these practices.