Digestibilidade aparente da proteína de alimentos alternativos para o acará-disco (Symphysodon discus Heckel, 1840)

The objective of this work was to determine the apparent digestibility coefficients of crude protein from alternative ingredients (chrysalis meal of silkworm, shrimp waste meal, isolated soy protein, wheat gluten) to discus (Symphysodon discus Heckel, 1840). Diets with the tested ingredients were co...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2015
Main Author: Cartaxo, Jefferson Wayne da Silva lattes
Orientador/a: Vieira, Jodnes Sobreira
Co-advisor: Fujimoto, Rodrigo Yudi
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Sergipe
Programa: Pós-Graduação em Zootecnia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/6385
Citação:Cartaxo, Jefferson Wayne da Silva. Digestibilidade aparente da proteína de alimentos alternativos para o acará-disco (Symphysodon discus Heckel, 1840). 2015. 55 f. Dissertação (Pós-Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, 2015.
Resumo Português:Objetivou-se com esse trabalho determinar o coeficiente de digestibilidade aparente da proteína bruta de ingredientes alternativos (Crisálida do bicho-da-seda, farinha do resíduo de camarão, isolado proteico de soja, glúten de trigo) para o Acará-disco (Symphysodon discus Heckel, 1840). As dietas com os ingredientes testados foram constituídas de 69,5% de dieta referência, 0,5% de óxido de cromo e 30% do ingrediente teste. Foram utilizados 25 peixes (106 ± 26,6 g), distribuídos em cinco tanques de digestibilidade com fundo cônico com capacidade de 100 L. O delineamento experimental foi em quadrado latino 5 x 5 (cinco rações e cinco períodos). A determinação do coeficiente de digestibilidade aparente foi realizada pelo método indireto, com a utilização 0,5% de óxido crômico (Cr2O3), como indicador. Os coeficientes de digestibilidade aparente da proteína bruta e proteina digestivel foram de 92,86 e 22,87% para a farinha de crisálida do bicho-da-seda, 62,44 e 24,46% para a farinha do resíduo de camarão, 93,34 e 84,44% para o isolado proteico de soja, 86,94 e 72,58% para o glúten de trigo e 92,12 e 40,63% para a ração referência, respectivamente. Conclui-se com isso que o acará-disco utiliza o isolado proteico de soja, a crisálida e o glúten de trigo eficientemente em sua dieta, o que viabiliza sua utilização em rações para esta espécie.
Resumo inglês:The objective of this work was to determine the apparent digestibility coefficients of crude protein from alternative ingredients (chrysalis meal of silkworm, shrimp waste meal, isolated soy protein, wheat gluten) to discus (Symphysodon discus Heckel, 1840). Diets with the tested ingredients were composed of 69.5% of the reference diet, 0.5% chromium oxide and 30% of the test ingredient. 25 fish were used (106 ± 26.6 g), over five digestibility tanks with conical bottom and 100 L of capacity. The experimental design was Latin square 5 x 5 (five diets and five periods). The determination of 37 apparent digestibility coefficient was carried out by the indirect method, using 0.5% chromic oxide (Cr2O3), as an indicator. Apparent digestibility coefficients of crude protein and digestible protein were 92.86 and 22.87% for the chrysalis meal of silkworm, 62.44 and 24.46% for the , shrimp waste meal, 93.34 and 84.44% for the isolated soy protein, 86.94 and 72.58% for wheat gluten, and 92.12 and 40.63% for the basal diet, respectively. It concludes from this that the discus uses the isolated soy protein, the chrysalis and wheat gluten in your diet efficiently, which enables its use in feed for this species.