Toxicidade aguda e atividade antinociceptiva do extrato aquoso e óleo essencial da Hyptis pectinata (L.) Poit (sambacaita), em modelo murino de artrite induzida por cristais de urato de sódio

Hyptis pectinata L. Poit. (Lamiaceae), widely known as Sambacaitá, is an example of a plant commonly used in folk Medicine; various biological effects are associated with its extracts, such as: analgesic, anti-inflammatory, and anti-microbial. Many studies in vivo and in vitro has assessed the effec...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Lira, Amintas Figueirêdo lattes
Orientador/a: Antoniolli, Ângelo Roberto lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Sergipe
Programa: Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/3709
Citação:LIRA, Amintas Figueirêdo. TOXICIDADE AGUDA E ATIVIDADE ANTINOCICEPTIVA DO EXTRATO AQUOSO E ÓLEO ESSENCIAL DA Hyptis pectinata (L.) POIT (SAMBACAITA), EM MODELO MURINO DE ARTRITE INDUZIDA POR CRISTAIS DE URATO DE SÓDIO.. 2006. 69 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal de Sergipe, Aracaju, 2006.
Resumo Português:A Hyptis pectinata L. Poit. (Lamiaceae), vulgarmente conhecida como sambacaitá, é um exemplo de planta comumente utilizada na medicina popular; diversos efeitos biológicos estão associados aos seus extratos, tais como analgésico, antiinflamatório e antimicrobiano. Vários estudos in vivo e in vitro têm avaliado estes efeitos promovidos pelo extrato aquoso e óleo essencial das folhas da planta, cujas composições químicas, constituem os seus compostos solúveis em água e os seus compostos voláteis respectivamente. Este trabalho objetivou dar continuidade a esses estudos, determinando os constituintes químicos e a toxicidade aguda da amostra de extrato aquoso e óleo essencial utilizados, para estudar o efeito antinociceptivo (analgésico) dos extratos citados, em uma condição inflamatória articular aguda, similar a um ataque de artrite aguda como o ocorrido na gota. Os estudos fitoquímicos do extrato aquoso identificaram a presença de alcalóides, taninos e flavonóides. A análise dos constituintes do óleo essencial se deu por cromatografia gasosa e espectrômetro de massa, revelando como principais constituintes: β-cariofileno e germacreno-D. A avaliação da toxicidade aguda foi representada pela determinação da DL50, em camundongos swiss, obtida pelo método dos probitos; não foi possível mensurar a DL50 do extrato aquoso, devido a sua baixa toxicidade, já o óleo essencial, obteve uma DL50 de 1,1 g/kg. O efeito antinociceptivo foi estudado usando o modelo de artrite induzida por cristais de urato de sódio, em ratos wistar, proposto por Coderre e Wall. O extrato aquoso apresentou efeito antinociceptivo significativo na dose de 50 mg/Kg, o qual foi revertido pelo antagonista opióide, naloxona (5mg/kg). O óleo essencial não apresentou efeito antinociceptivo nas doses testadas. Os resultados mostraram que o extrato aquoso possui baixa toxicidade e apresenta atividade antinociceptiva numa condição reumática, semelhante à artrite gotosa; enquanto o óleo essencial apresenta toxicidade média e não apresenta atividade antinociceptiva na condição reumática proposta.
Resumo inglês:Hyptis pectinata L. Poit. (Lamiaceae), widely known as Sambacaitá, is an example of a plant commonly used in folk Medicine; various biological effects are associated with its extracts, such as: analgesic, anti-inflammatory, and anti-microbial. Many studies in vivo and in vitro has assessed the effects promoted by the aqueous extract and essential oil of the leaves of the plant, whose chemical composition constitute their water soluble compounds and their volatile compounds, respectively. This study aimed at keeping on these studies, determining the chemical constituents and the acute toxicity of the sample of the aqueous extract and essential oil used to study the analgesic effect of these extracts in an acute articular inflammatory condition, similar to an episode of acute arthritis as in Gout. The phyto-chemical studies of aqueous extract identified the presence of alkaloid, tannin and flavonoid. The analysis of the constituents of the essential oil was made by gas chromatography and mass spectrometer, showing as main constituents: β- cariofilene and Germacrene-D. The evaluation of acute toxicity was represented by the establishment of DL50 in Swiss mice, obtained by the probits method, it was not possible to measure the DL50 of the aqueous extract due to its low toxicity, as for the essential oil, it was obtained a 1.1 g/kg DL50. The analgesic effect was studied using the sodium urate crystals induced arthritis model, in Wistar mice, as proposed by Coderre and Wall; the aqueous extract presented expressive analgesic effect with the 50 mg/kg doses, which was reverted by the opioid antagonist, naloxone (5 mg/kg). The essential oil did not present analgesic effect with the tested doses. The results showed that the aqueous extract has low toxicity and it presents analgesic effect in a rheumatic condition, similar to Gout arthritis, while the essential oil presents medium toxicity and it does not show analgesic effect in the proposed rheumatic condition.