Estimativas de parâmetros genéticos de características reprodutivas de ovinos Santa Inês utilizando inferência Bayesiana

The objective of this study was to estimate the values of the (co)variance components and genetic parameters for reproductive traits in Santa Inês sheep raised in different states and registered with the Associação Sergipana dos Criadores de Caprinos e Ovinos (Goat and Sheep Breeders Association of...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Montalván, Zoila Catalina Rabanal de lattes
Orientador/a: Barbosa, Leandro Teixeira lattes
Format: Dissertação
Language:por
Programa: Pós-Graduação em Zootecnia
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:https://ri.ufs.br/handle/riufs/6348
Resumo Português:Objetivou-se estimar componentes de (co)variância e parâmetros genéticos para características reprodutivas de ovinos Santa Inês, criados em diferentes estados e registrados na Associação Sergipana dos Criadores de Caprinos e Ovinos. O banco de dados utilizado foi fornecido por esta associação, composto por observações de pedigree originadas de 11.483 indivíduos registrados dos quais 2.238 eram nascidos no programa e tinham registro de parto, permanecendo na matriz de parentesco. Após a aplicação das restrições, foram mantidas na análise 843 animais com dados referentes a característica idade ao primeiro parto (IPP1), 151 referentes a intervalo médio ao parto (IPM2) e 151 para intervalo entre primeiro e segundo parto (IPS3). Para obter os valores dos componentes de (co)variância e parâmetros genéticos utilizou-se analise bayesiana sob modelo animal mediante o algorismo Amostrador de Gibbs com o auxilio do programa MTGSAM. O modelo linear bicaracterística utilizado considerava como efeito fixo o grupo contemporâneo para as características IPP1, IPM2 e IPS3, considerou-se o efeito do tipo de parto e a idade do animal ao parto como efeito (co)variável. Os valores de h2 estimados para IPP1, IPM2 e IPS3 foram iguais a 0.19±0.0459, 0.36±0.0169 e 0.35±0.016 respectivamente. O valor estimado da herdabilidade para IPP1 é considerado médio e os valor para IPM2 e IPS3 alto, fato que leva a concluir que estas característica podem ser usadas como critério de seleção em um programa de melhoramento de ovinos da raça Santa Inês. O valor estimado para a correlação entre características IPP1 e IMP2; IPP1 e IPS2 foram negativos e iguais a rg12= -0.2569 ± 0.0546, rg13= -0.1134 ± 0.0553 valores fisiologicamente esperados de baixa magnitude que sugerem seleção individual para essas características, entretanto para IPM2 e IPS3 a rg23 mostra tendência positiva e muito elevada igual a rg23= 0.9601 ± 0.0091 valor que indica a seleção indireta o melhor caminho.
Resumo inglês:The objective of this study was to estimate the values of the (co)variance components and genetic parameters for reproductive traits in Santa Inês sheep raised in different states and registered with the Associação Sergipana dos Criadores de Caprinos e Ovinos (Goat and Sheep Breeders Association of Sergipe). The database used was provided by the Association and comprised pedigree observations originating from 11,483 registered individuals, out of which 2,238 were born in the program and had calving records, being part of the relationship matrix. After restriction application, there remained 843 animals for analysis which had data related to the age at first calving (IPP1), 151 with data related to the median calving interval (IPM2), and 151 to the interval between first and second calvings (IPS3). To obtain the values of (co)variance components and genetic parameters, we used the Bayesian inference under an animal model with the Gibbs sampling algorithm aided by the MTGSAM program. The two-trait linear model used considered the contemporary group as the fixed effect for IPP1, IPM2, and IPS3, and the type of calving and the age of the animal at calving as the covariate effect. The estimated values of h2 for IPP1, IPM2, and IPS3 were equal to 0.19 ± 0.0459, 0.0169 ± 0:36, and 0:35 ± 0.016 respectively. The estimated heritability for IPP1is considered average and the values for IPM2 and IPS3 were considered high, which leads to the conclusion that these characteristics can be used as selection criteria in a breeding program of Santa Inês sheep. The estimated value for the correlation between IPP1 and IPM2, and IPP1 and IP2, were negative and equal to rg12 = -0.2569 ± 0.0546, rg13= -0.1134 ± 0.0553, which were physiological expected low values that represent a trend which suggests individual selection for those traits. However, the rg23 shows a positive and high trend of 0.9601 ± 0.0091 for IPM2 and IPS3 suggesting indirect selection as the best option for these traits.