Em torno da ideia da revolução em Marx, Engels e Lenin

O presente trabalho buscou traçar um perfil das idéias de Marx, Engels e Lênin sobre a revolução, a partir de quatro eixos principais: as idéias que servem de base à teoria revolucionária marxista, a questão do Estado e do poder, o desenvolvimento concreto do processo da revolução e os objetivos da...

Access Level:openAccess
Publication Date:1988
Main Author: Pizzolatti, Romulo
Advisor: Regis, Osni de Medeiros
Format: masterThesis
Language:por
Online Access:https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/106291
English Abstract:O presente trabalho buscou traçar um perfil das idéias de Marx, Engels e Lênin sobre a revolução, a partir de quatro eixos principais: as idéias que servem de base à teoria revolucionária marxista, a questão do Estado e do poder, o desenvolvimento concreto do processo da revolução e os objetivos da revolução. Apontou-se que a revolução se constitui, em última análise, na materialização do reflexo na consciência do proletariado, das contradições que transpassam o modelo de produção atual capitalista. Demonstra-se que o proletariado não pode iniciar a revolução propriamente dita, ou seja, a passagem do modo de produção capitalista para o socialista, sem antes conquistar a supremacia política, que lhe servirá de alavanca para a transformação econômica. É da experiência das revoluções proletárias que o Estado burguês deve ser desmantelado, sob pena de a revolução proletária não vingar. Verificou-se, que na fase atual do capitalismo monopolista, as revoluções socialistas ocorrem mais facilmente nos países da periferia, porque aí as contradições do capitalismo são mais agudas, e o socialismo vem a coincidir com a própria libertação nacional. O objetivo último da revolução social do proletariado não é uma sociedade sem explorados nem exploradores, mas emancipar toda a humanidade das classes e do trabalho imposto pela necessidade, colocando-a em harmonia com as leis da natureza e tornando-a, finalmente, livre.