Análise institucional da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, numa perspectiva ambiental

É crescente a preocupação com os desdobramentos dos aspectos ambientais em Instituições Públicas de Ensino Superior nas suas mais diversas áreas de atuação (ensino, pesquisa, extensão e administração) não só no Brasil, mas também em todo mundo. O objetivo desta pesquisa é promover a identificação do...

Access Level:openAccess
Publication Date:2001
Main Author: Oliveira, Clodoaldo
Advisor: Silva, Harrysson Luiz da
Format: masterThesis
Language:por
Published: Florianópolis, SC
Online Access:http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/79913
Portuguese Abstract:É crescente a preocupação com os desdobramentos dos aspectos ambientais em Instituições Públicas de Ensino Superior nas suas mais diversas áreas de atuação (ensino, pesquisa, extensão e administração) não só no Brasil, mas também em todo mundo. O objetivo desta pesquisa é promover a identificação do nível de institucionalização da variável ambiental, em instituições de ensino superior, como a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) . Esta verificação é de suma importância para a integração entre programas de gerenciamento ambiental e Planejamento Estratégico Institucional. A metodologia de investigação adotada, concentra-se no modelo de Análise Institucional desenvolvido pelo IRPIB (Inter-University Research Program in Institution Building), da Escola Interamericana de Administração Pública e da Fundação Getúlio Vargas. A Análise Institucional estará dirigida nesta dissertação para avaliar e identificar no Planejamento Estratégico da UFSC, a partir de 1995,, suas primeiras intervenções de caráter ambiental. A Análise Institucional verificará através de seus parâmetros de avaliação, como a alta administração da UFSC historicamente, vem tratando as questões de caráter ambiental a nível institucional no âmbito do ensino, pesquisa, extensão e administração. Concomitantemente, serão verificados os mecanismos de intervenção utilizados pela UFSC na Bacia Hidrográfica do Rio Itacorubi, onde a referida Universidade possui sua unidade administrativa central. Concluímos ao final da pesquisa que a Universidade Federal de Santa Catarina encontra-se no nível pré-organizacional, significando que um agrupamento de pessoas aumenta a sua sensibilidade para determinados problemas, embora, a fixação de metas e objetivos não estejam ainda claramente estabelecidos. Tal Agrupamento busca se ajustar em formas organizacionais que exigem padrões de interação simples e de baixa intensidade e comunicação entre si. Por outro lado, a escassez de normas organizacionais é um fator bastante marcante.