Determinação de contaminantes emergentes em água utilizando microextração adsortiva em barra (BAμE) e UHPLC-MS/MS

The emerging pollutants are substances that enter continuously in the environment and are being more recognize due to the advancement of instrumental and sample preparation techniques. These contaminants include several chemical classes, such as pharmaceuticals, hormones, personal care products, fla...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Souza, Maiara Priscilla de lattes
Orientador/a: Zanella, Renato lattes
Banca: Pizzolato, Tânia Mara lattes, Viera, Mariela de Souza lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Santa Maria
Programa: Programa de Pós-Graduação em Química
Department: Química
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://repositorio.ufsm.br/handle/1/10632
Citação:SOUZA, Maiara Priscilla de. Determination of emerging contaminants in water using bar adsorptive microextraction (BAμE) AND UHPLC-MS/MS. 2016. 94 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2016.
Resumo Português:Os contaminantes emergentes são substâncias que entram continuamente no meio ambiente e que estão sendo reconhecidas com maior profundidade devido ao avanço de técnicas instrumentais e de preparo de amostra. Estes compostos englobam diversas classes químicas, como por exemplo, fármacos, hormônios, produtos de higiene e cuidado pessoal, retardantes de chama, dentre outros. Uma das matrizes mais suscetíveis à contaminação é a água tendo em vista que a descarga de esgoto é uma das principais vias de poluição ambiental. A microextração adsortiva em barra (BAμE) tem demonstrado grande capacidade analítica para a análise de compostos orgânicos em nível residual e vem se tornando uma ferramenta analítica bem estabelecida no âmbito de preparo de amostras. Neste estudo foi desenvolvido e validado um método simples e de baixo custo para a determinação de 13 contaminantes emergentes em água utilizando BAμE e empregando sorvente polimérico com posterior análise por cromatografia liquida de ultra eficiência acoplada à espectrometria de massas em série (UHPLC-MS/MS). O preparo das barras bem como os testes de estabilidade foram avaliados. Onze sorventes foram testados para revestir os dispositivos. A fim de avaliar a melhor combinação de parâmetros para a extração e dessorção dos analitos, utilizou-se um planejamento do composto central (CCD) com 4 variáveis. Os resultados da validação foram satisfatórios uma vez que as recuperações obtidas ficaram entre 74% e 118% com desvio padrão relativo RSD < 19%. Os limites de detecção e quantificação foram de 0,012 a 0,6 e 0,04 a 2,0 μg L-1, respectivamente. O método proposto combina uma etapa de preparo de amostra simples e eficaz para a determinação de contaminantes emergentes em água. A aplicabilidade do método foi avaliada utilizando amostras reais de água de superfície, de torneira e mineral e destas, 6 amostras apresentaram bisfenol A (0,08-0,665 μg L-1) e paracetamol (0,104-4,2 μg L-1).
Resumo inglês:The emerging pollutants are substances that enter continuously in the environment and are being more recognize due to the advancement of instrumental and sample preparation techniques. These contaminants include several chemical classes, such as pharmaceuticals, hormones, personal care products, flame retardants and others. Water is one of the most susceptible matrix since the sewage discharge is one of the main routes of environmental pollution. Bar adsorptive microextration (BAμE) has shown great analytical capacity for the analysis of organic compounds in residual level and has become a well-established analytical tool in sample preparation. In this work, a simple and low cost method was validated for the analysis of 13 emerging contaminants in water using BAμE with polymeric sorbent followed by ultra high performance liquid chromatography with tandem mass spectrometry (UHPLC-MS/MS). The preparation, stability tests and development of BAμE devices are also discussed. Eleven different coating phases were evaluated. In order to select the best combination of experimental conditions for extraction and back extraction, central composite design (CCD) with four variables was applied. Validation results were satisfactory, since the method presented recoveries between 74% and 118% with relative standard deviations (RSD) < 19%. The analytical performance presented detection and quantification limits of 0.012 to 0.6 and 0.04 to 2 μg L-1, respectively. The proposed method combines a simple and effective sample preparation for the determination of emerging contaminants in water using a microextraction technique (BAμE) followed by UHPLC-MS/MS analysis. The method applicability was evaluated using real samples of surface, drinking and tap water and 6 positive samples were found indicating the presence of bisphenol A (0.08-0.665 μg L-1) and paracetamol (0.104-4.2 μg L-1).