An?lise do comportamento proliferativo de uma linhagem de Saccharomyces cerevisiae por citometria de fluxo

As leveduras do g?nero Saccharomyces, em especial as da esp?cie Saccharomyces cerevisiae, s?o microrganismos eucari?ticos unicelulares do Reino Fungi. Possuem um papel importante em processos de fermenta??o, como na utiliza??o para a produ??o de bebidas alco?licas e p?es, sendo considerados micro-or...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Rodrigues, Camila Cristina
Orientador/a: Melo, Gustavo Eust?quio Brito Alvim de
Format: Dissertação
Language:por
Published: UFVJM
Online Access:http://acervo.ufvjm.edu.br/jspui/handle/1/1593
Citação:RODRIGUES, Camila Cristina. An?lise do comportamento proliferativo de uma linhagem de Saccharomyces cerevisiae por citometria de fluxo. 2017. 72 p. Disserta??o (Mestrado) ? Programa de P?s-gradua??o em Ci?ncias Farmac?uticas, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2017.
Resumo Português:As leveduras do g?nero Saccharomyces, em especial as da esp?cie Saccharomyces cerevisiae, s?o microrganismos eucari?ticos unicelulares do Reino Fungi. Possuem um papel importante em processos de fermenta??o, como na utiliza??o para a produ??o de bebidas alco?licas e p?es, sendo considerados micro-organismos seguros para alimentos. O monitoramento das mat?rias-primas e da prolifera??o de leveduras ? uma necessidade para o sucesso do processo fermentativo. Nesse sentido, a citometria de fluxo, que ? um m?todo r?pido e preciso, pode se apresentar como ferramenta promissora no campo da fermenta??o e no controle de bioprocessos. Assim, o objetivo desse trabalho foi realizar a an?lise do crescimento e heterogeneidade populacional de uma linhagem comercial de Saccharomyces cerevisiae pela t?cnica de citometria de fluxo. Para isso foi utilizada a marca??o intracelular com o fluorocromo ?ster succinimid?lico de diacetato de carboxifluoresce?na. A suspens?o de levedura incorporada com o fluorocromo foi transferida para tubos de ensaio contendo 10 mL de YEPD e incubada a 25? C e foram analisadas, ap?s diferentes tempos, por citometria de fluxo, microscopia confocal e espectrofotometria. Os resultados demonstraram que foi poss?vel observar, por citometria de fluxo, altera??es morfol?gicas da linhagem Saccharomyces cerevisiae ao longo do tempo, bem como quantificar o decaimento da fluoresc?ncia do corante CFSE ap?s sucessivos processos mit?ticos. Por essa t?cnica tamb?m foi poss?vel mensurar o n?mero de c?lulas da linhagem estudada ao longo do processo de multiplica??o comparando-se ?s outras metodologias comumente utilizadas para este fim. Conclui-se com esse estudo que a citometria de fluxo mostrou-se como uma ferramenta confi?vel e sens?vel para a an?lise do crescimento e heterogeneidade populacional de Saccharomyces cerevisiae.