Otimização do processo fermentativo e análise do secretoma de Kluyveromyces marxianus UFV-3 em meios contendo lactose em diferentes condições de cultivo

Kluyveromyces marxianus UFV-3 is yeast that has respirofermentative metabolism, i.e., respiration and fermentation coexists, however fermentative or respiratory pathway can be favored depending on the oxygen and carbohydrate concentration in the culture medium. Considering this characteristic of yea...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Diniz, Raphael Hermano Santos lattes
Orientador/a: Passos, Flávia Maria Lopes lattes
Co-advisor: Silveira, Wendel Batista da lattes, Fietto, Luciano Gomes lattes
Banca: Santos, Agenor Valadares lattes, Ribeiro, Cleberson lattes, Nascimento, Antonio Galvão do lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Doutorado em Microbiologia Agrícola
Department: Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/1561
Citação:DINIZ, Raphael Hermano Santos. Optimization of the fermentation and secretome analysis of Kluyveromyces marxianus UFV-3 in medium containing lactose in different forms of cultivation. 2013. 66 f. Tese (Doutorado em Associações micorrízicas; Bactérias láticas e probióticos; Biologia molecular de fungos de interesse) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Resumo Português:Kluyveromyces marxianus UFV-3 é uma levedura que possui metabolismo respiro-fermentativo, ou seja, a fermentação e respiração coexistem, contudo a via fermentativa ou respiratória pode ser favorecida dependendo da concentração de oxigênio e carboidrato no meio de cultivo. Considerando esta característica das leveduras do gênero Kluyveromyces o objetivo deste trabalho foi otimizar a produção de etanol a partir de permeado de soro de queijo (PSQ) e caracterizar o secretoma de Kluyveromyces marxianus UFV-3, tendo em vista o uso desta levedura como uma hospedeira para produção de proteínas heterólogas. Para otimizar a produção de etanol em PSQ foi utilizada a metodologia de superfície resposta (MSR) com delineamento composto central rotacionado (DCCR) avaliando os efeitos de pH (4,5-6,5), temperatura (30-45 ºC), concentração de lactose (50-250 g L-1) e biomassa celular seca (1-2 g L-1). Foram realizadas 29 fermentações em hipoxia além de 7 fermentações para validar a equação obtida na MSR. Temperatura foi o fator mais significante na produção de etanol, seguido de pH, biomassa celular e concentração de lactose. As condições para produção de etanol com rendimentos superiores a 90% foram: temperatura entre 33,3-38,3 ºC, pH entre 4,7-5,7, biomassa celular entre 1,26-1,68 g L-1 e concentração de lactose entre 50-108 g L-1. A equação gerada no processo de otimização foi validada podendo, deste modo, ser utilizada para futuros processos de escalonamento da produção de etanol utilizando K. marxianus UFV-3. Para analisar como as condições de cultivo influenciam a secreção de proteínas de K. marxianus UFV-3, esta levedura foi cultivada em batelada, batelada alimentada (taxa de alimentação inicial Do - 0.05 e 0.1 h-1) e cultura contínua (diluição - D - 0.1 e 0.3 h-1). Os sobrenadantes dos cultivos foram analisados em SDS-PAGE e em todos os cultivos observou-se baixa diversidade de proteínas secretadas. Entretanto nos cultivos em batelada alimentada (Do=0.05 h-1) e cultivo contínuo (D=0.1 h-1) detectou-se uma maior concentração e diversidade de proteínas que nos demais cultivos, além de, em ambos os cultivos, obtivemos uma proteína secretada em maior proporção que as demais. Para identificar as proteínas do secretoma K. marxianus UFV-3 foi cultivada em cultura contínua (D=0.1 h-1) devido à reprodutibilidade deste método, além de, maior controle e homogeneidade dos cultivos. As amostras dos cultivos contínuos foram fracionadas por tamanho em um gel de digestão seguido de separação reversa dos peptídeos em um sistema de nano-LC e posterior identificação dos peptídeos em MALDI-TOF/TOF. De um total de nove proteínas, oito proteínas foram identificadas como sendo estruturais ou de membrana e a proteína que foi diferencialmente secretada no meio foi identificada como endopoligalacturonase endoPG (EC: 3.2.1.15). EndoPG é uma proteína de interesse biotecnológico e foi caracterizada com atividade ótima na temperatura de 59,5 ºC e no pH 5,1. Além disso, verificou-se que esta enzima não é secretada em meio contendo glicose, por outro lado endoPG é secretada em meio contendo lactose, galactose e principalmente em meio contendo glicerol.
Resumo inglês:Kluyveromyces marxianus UFV-3 is yeast that has respirofermentative metabolism, i.e., respiration and fermentation coexists, however fermentative or respiratory pathway can be favored depending on the oxygen and carbohydrate concentration in the culture medium. Considering this characteristic of yeasts of the genus Kluyveromyces the objective of this study was to optimize the production of ethanol from cheese whey permeate (CWP) and characterize the secretome of K. marxianus UFV-3 in view of the use of this yeast as a host for producing heterologous proteins. To optimize the production of ethanol we used the response surface method (RSM) with a central composite rotational design (CCRD) to evaluate the effects of pH (4.5-6.5), temperature (30-45 ºC), lactose concentration (50-250 g L-1), and dry cell mass concentration (1-2 g L-1). We performed 29 fermentations under hypoxia in CWP and 7 fermentations for the validation of the equation obtained via RSM. Temperature was the most significant factor in optimizing ethanol production, followed by pH, cell biomass concentration, and lactose concentration. The conditions for producing ethanol at yields above 90% were as follows: temperature between 33.3-38.5 ºC, pH between 4.7-5.7, dry cell mass concentration between 1.26-1.68 g L-1, and lactose concentration between 50-108 g L-1. The equation generated from the optimization process was validated and exhibited excellent bias and accuracy values for the future use of this model in scaling up the fermentation process. To analyze how culture conditions influencing protein secretion in K. marxianus UFV-3, this yeast was cultivated in five different conditions: batch, fed-batch (initial feed rate of 0.05 and 0.1 h-1) and continuous culture (0.3 and 0.1 h-1) in medium containing lactose. The supernatant of the cultures were analyzed on SDSPAGE and all the samples had low diversity of proteins. However, in continuous cultures with dilution of 0.1 h-1 and in fed batch 0.05 h-1 detected a higher concentration and diversity of proteins in other cultures, and in both cultures, we obtained a protein secreted in greater proportion than the others. To identify proteins secretome of K. marxianus was cultivated in continuous culture because it has more reproducible results and control of fermentation parameters when compared with fed batch. Samples of the continuous culture supernatant were subjected to protein size fractioning and in-gel digestion, followed by reversed-phase peptide separation in the nano-LC system and subsequent peptide identification by MALDI-TOF/TOF. Eight proteins were identified as structural proteins or membrane proteins, and the protein was secreted differentially was identified as an endopolygalacturonase - endoPG - (EC 3.2.1.15). EndoPG was characterized with optimum activity enzymatic at a temperature of 59.5 ºC and pH 5.1. Furthermore, it was found that apparently is repressed by glucose and shows intense secretion in batch cultures in medium containing glycerol as the carbon source, and cultures on lactose and galactose.