Análise de investimento em cana-de-açúcar irrigada no noroeste mineiro

The increasing demand of sugar and alcohol, the sugar cane main products, both in domestic and international market, is causing the expansion of sugar cane fields all over the country. Due to the lack of available land in São Paulo, the most important sugar cane producer, other states, like Minas Ge...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Rodrigues, Caroline Petroll lattes
Orientador/a: Lírio, Viviani Silva lattes
Co-advisor: Reis, Brício dos Santos lattes, Vale, Sônia Maria Leite Ribeiro do lattes
Banca: Fernandes, Elaine Aparecida lattes, Moura, Altair Dias de lattes, Silva Júnior, Aziz Galvão da lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Department: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Assuntos em Portugês:
TIR
VPL
Assuntos em Inglês:
IRR
NPV
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/28
Citação:RODRIGUES, Caroline Petroll. Economic analysis of irrigated sugar cane in Minas Gerais’ northwest. 2009. 224 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Resumo Português:O aumento na demanda dos principais produtos da cana-de-açúcar &#8211; o açúcar e o álcool &#8211; tanto a nível nacional quanto internacional vêm causando uma expansão das áreas plantadas com a cultura em todo o país. Em virtude da saturação de áreas no estado de São Paulo, principal estado produtor, a ampliação das lavouras de cana-de-açúcar vem acontecendo em outros estados, com destaque para Minas Gerais. O Noroeste de Minas, tradicional região agrícola do estado, vêm recebendo sistemáticos investimentos em unidades processadoras de cana-de-açúcar e a produção da matéria-prima tem se dado em áreas irrigadas por pivô central. Apesar do que se observa na prática, a literatura sugere que a condução de canaviais irrigados é inviável economicamente. Diante desta contradição, este trabalho teve por objetivo de avaliar a viabilidade econômica do cultivo de cana-de-açúcar irrigada por pivô central e, além disso, comparar seu resultado com a viabilidade de outras culturas irrigadas pelo mesmo método. A escolha das culturas a serem comparadas levou em consideração a tradição da região no cultivo de cereais como feijão, milho e soja e, diante disso, foram elaborados cinco possíveis combinações entre as culturas: milho semente e soja, milho e soja, feijão e milho, feijão, soja e milho e milho seguido de duas lavouras de feijão. Para a consecução dos objetivos propostos foram elaborados diversos fluxos de caixa representativos das diferentes culturas, calculados indicadores de viabilidade econômica e feita a análise de risco. Os indicadores calculados foram: a) Valor Presente Líquido (VPL), b) Taxa Interna de Retorno (TIR), c) Período de Payback descontado (PPD) e d) Relação benefício-custo. A análise de risco foi realisada por meio de simulação de Monte Carlo. Os resultados indicaram que, ao contrário do que se pressupunha, o cultivo de cana-de-açúcar irrigada por pivô central é viável economicamente, apresentando VPL positivo, TIR superior à taxa de desconto considerada e relação benefício-custo superior a um. Quando analisado o risco da cultura da cana-de-açúcar, as variáveis preço da tonelada de cana-de-açúcar e preço das operações de corte, carregamento e transporte (CCT) foram as que mais afetaram os indicadores selecionados (VPL e relação B/C). Adicionalmente, a análise de risco, por meio da distribuição acumulada de probabilidade, mostrou que investir em cana-de-açúcar irrigada por pivô central tem entre 20 e 25% de chances de fracasso. Comparativamente às outras culturas, o investimento em cana-de-açúcar é mais vantajoso que as rotação de milho (semente ou não) e soja, porém apresentou desempenho econômico inferior à rotações de cultura que envolvem o feijão. Pela análise de risco constatou-se, adicionalmente, que a rotação entre milho e soja, apesar de proporcionar os piores retornos em relação à cana-de-açúcar, apresentou menores coeficientes de variação (CV). Os maiores coeficientes de variação (CV) foram obtidos nas rotações entre milho e feijão, em virtude da grande variação de preços deste último. A análise de risco por meio da distribuição acumulada de probabilidade, ao contrário, mostrou que a probabilidade de se obter indicadores desfavoráveis (VPL<0 e B/C<1) é menor quando se adotam rotações entre milho e feijão, em relação à cana-de-açúcar e às outras rotações consideradas. Sendo assim, conclui-se que a cana-de-açúcar é viável economicamente e propicia aos produtores retornos superiores aos de milho e soja, porém inferiores ao de rotações que envolvem o feijão.
Resumo inglês:The increasing demand of sugar and alcohol, the sugar cane main products, both in domestic and international market, is causing the expansion of sugar cane fields all over the country. Due to the lack of available land in São Paulo, the most important sugar cane producer, other states, like Minas Gerais, are amplifying sugar cane fields. The northwest of this state is a prominent agricultural region, and large quantities of money are being invested in sugar cane industry. The raw material for this industry is being produced in fields under center pivots irrigation. In spite of what is happening, previous applications suggest that growing irrigated sugar cane is not profitable. Thus, this work aimed to analyze the economic feasibility of sugar cane irrigated cultivation and, besides that, to compare its results to another irrigated growing &#8211; like corn, bean and soybean. To reach the objectives of this research, cash flows representative of all productive systems were elaborated, main feasibility indicators were calculated and risk analysis was performed. The indicators calculated were: a) Net Present Value (NPV), b) Internal Rate of Return (IRR), c) Discounted Payback and d) Benefit-Cost Ratio. Risk analysis was performed by the Monte Carlo simulation model. The results indicated that irrigated sugar cane growing is feasible. Risk analysis showed that the price of sugar cane and the harvest cost were the variables that most affected the indicators selected (NPV and Benefit-Cost Ratio), an indication that these variables are the most relevant in the project. Additionally, the risk analysis indicated that the investment in irrigated sugar cane has between 20 e 25% of loss probability. Comparatively to another growing, sugar cane is more profitable than corn and soybean combinations. However, combinations between bean and corn or between bean, corn and soybean are gainful. Through the risk analysis, is was noted that, in spite of smaller returns, growing corn seed and soybean presented smaller risks, since the variation coefficient (VC) were smaller. The higher VC was obtained in bean combinations, because of its larger price variation. When the accumulated distribution of probability was analyzed, its results showed the opposite: combination between bean and other growing has smaller chances of failure. Thus, it was concluded that irrigated sugar cane is feasible, and allow producers better return than soybean and corn combination, but less return than bean combinations.