Efeito da fibra como alimento funcional na prevenção da incidência de focos de criptas aberrantes (FCA) no cólon de camundongos induzida por 1,2- dimetilhidrazina

The use of healthy diets has been a great ally in the prevention and treatment of various diseases, including colorectal cancer (CRC), a disease that affects much of the world population, configuring it as a public health problem. Genetic and environmental factors are cited as the main causes of the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Gomides, Antônio Frederico de Freitas lattes
Orientador/a: Paula, Sérgio Oliveira de lattes
Co-advisor: Peluzio, Maria do Carmo Gouveia lattes, Oliveira, Leandro Licursi de lattes
Banca: Leite, Jacqueline Isaura Alvarez lattes, Fietto, Luciano Gomes lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Doutorado em Biologia Celular e Estrutural
Department: Análises quantitativas e moleculares do Genoma; Biologia das células e dos tecidos
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/241
Citação:GOMIDES, Antônio Frederico de Freitas. Effect of fiber as a functional food in preventing the incidence of aberrant crypt foci (ACF) in colon of mice induced by 1,2-dimethylhydrazine. 2010. 128 f. Tese (Doutorado em Análises quantitativas e moleculares do Genoma; Biologia das células e dos tecidos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Resumo Português:A utilização de dietas saudáveis tem sido um grande aliado na prevenção e tratamento de diversas enfermidades, incluindo o câncer colorretal (CCR), uma doença que afeta grande parte da população mundial, configurando-se como um problema de saúde pública. Fatores genéticos e ambientais são apontados como as principais causas do CCR. Dentre os ambientais podemos destacar os dietéticos. O uso de prebióticos como uma das alternativas na prevenção do CCR vem ganhando cada vez mais o apoio da comunidade científica. Prebióticos são fibras solúveis que reduzem o risco de desenvolvimento de CCR pela produção de metabólitos protetores, como por exemplo, os ácidos graxos de cadeia curta como o acetato, propionato e o butirato. Os prebióticos influenciam também no crescimento de bactérias ácido-lácticas e bifidobactérias proporcionando efeito inibitório em muitas bactérias que produzem enzimas carcinogênicas. A linhaça também é um alimento benéfico na prevenção do CCR sendo um componente alimentar rico em ácidos graxos essenciais que podem funcionar como antiinflamatório, proporcionar a diminuição da proliferação celular e induzir a apoptose em células cancerosas. Outro componente da linhaça são as fibras e compostos associados que podem ser convertidos em fitoquímicos biologicamente ativos, por bactérias aeróbias facultativas presentes no cólon de mamíferos podendo diminuir a atividade de enzimas pró-carcinogênicas e aumentar a atividade de enzimas que atuam no processo de detoxificação celular e proteção contra o câncer. A linhaça está disponível no mercado na forma de grãos integrais, farelo e similares. O objetivo desse estudo foi investigar os efeitos das fibras (frutooligossacarídeo e inulina) e farelo de linhaça desengordurado no cólon de camundongos Balb/C e do farelo de linhaça desengordurado comparando camundongos C57BL/6 macho e fêmea induzidos ao aparecimento de focos de criptas aberrantes (FCA) com 1,2-dimetilhidrazina (DMH) sendo realizadas técnicas histológicas, bioquímicas e de biologia molecular para a avaliação dos resultados. Nos camundongos Balb/C os resultados desse estudo permitiram concluir que a inulina possui maior eficácia na prevenção do aparecimento de FCA com número menor ou igual a três criptas no cólon proximal, médio e distal. No cólon médio e distal a inulina também mostrou-se eficaz na prevenção da incidência de FCA com número maior que três criptas. A baixa expressão das proteínas p53, p21 e p16 no cólon distal no tratamento com inulina não afetou o seu efeito preventivo desse prebiótico, sugerindo que outros mecanismos de prevenção de FCA podem estar envolvidos. Para o aparecimento de FCA com número memor ou igual três criptas no cólon proximal, médio e distal o frutooligossacarídeo foi eficaz. Para FCA com número maior que três criptas no cólon médio e distal o frutooligossacarídeo também mostrou-se eficaz. Essa eficácia pode ser atribuída à expressão aumentada do gene da proteína p16 no cólon distal dos camundongos. Para o cólon médio e distal o farelo de linhaça desengordurado mostrou-se eficaz na prevenção do aparecimento de FCA com número menor ou igual a três criptas. Para a incidência de FCA com número maior que três criptas no cólon médio e distal o farelo de linhaça desengordurado também possui efeitos preventivos. Essa eficácia no cólon distal pode ser atribuída à expressão aumentada do gene da proteína p53. Quando comparamos os diferentes sexos de camundongos C57BL/6 utilizando somente o farelo de linhaça desengordurado, esse alimento apresentou efeitos preventivos no cólon proximal, médio e distal dos camundongos machos diminuindo a incidência de FCA com número menor ou igual a três criptas. Para o cólon distal essa eficácia pode ser atribuída ao aumento da expressão do gene da proteina p53. Nas fêmeas o farelo de linhaça desengordurado não protegeu o cólon distal da incidência de FCA com número menor ou igual a três criptas. Para FCA com número maior que três criptas em ambos os sexos o farelo de linhaça desengordurado não previniu o aparecimento de FCA. Diante de tais evidências encontradas no presente estudo concluímos que os prebióticos frutooligossacarídeo ou inulina e o farelo de linhaça desengordurado são fibras dietéticas efetivas na prevenção do desenvolvimento do CCR, no entanto mais estudos, devem ser realizados para elucidar outros mecanismos que possam estar envolvidos nesse processo tanto na linhagem de camundongos Balb/C que receberam prebióticos e farelo de linhaça desengordurado na dieta, bem como nos camundongos C57BL/6 que foram alimentados com o farelo de linhaça desengordurado.
Resumo inglês:The use of healthy diets has been a great ally in the prevention and treatment of various diseases, including colorectal cancer (CRC), a disease that affects much of the world population, configuring it as a public health problem. Genetic and environmental factors are cited as the main causes of the CRC. Among the diet can highlight the environmental. The use of probiotics as an alternative in the prevention of CRC is gaining more support from the scientific community. Prebiotics are soluble fibers that reduce the risk of CRC by the production of protective metabolites, such as the shortchain fatty acids such as acetate, propionate and butyrate. Prebiotics also influence the growth of lactic acid bacteria and bifidobacteria providing inhibitory effect in many bacteria that produce carcinogenic enzymes. Flaxseed is also a food beneficial in preventing the CRC being a food source rich in essential fatty acids that can function as an anti-inflammatory, to the decrease in cell proliferation and induce apoptosis in cancer cells. Another component of flaxseed is associated with the fibers and compounds that can be converted into biologically active phytochemicals, facultative aerobic bacteria present in the colon of mammals and may decrease the activity of pro-carcinogenic and increase the activity of enzymes that act in the process of cellular detoxification and protection against cancer. Flaxseed is available in the market as whole grains, bran and the like. The aim of this study was to investigate the effects of fiber (inulin and fructooligosaccharides) and defatted flaxseed meal in the colon of Balb/C and defatted flaxseed meal compared C57BL 6 male and female induced the appearance of aberrant crypt foci (ACF) with 1,2-dimethylhydrazine (DMH) was performed histological techniques, biochemical and molecular biological evaluation of results. In Balb/C results of this study showed that inulin has a greater efficacy in preventing the onset of ACF with fewer or equal to three crypts in the proximal colon, middle and distal. In the middle and distal colon inulin also was effective in preventing the incidence of ACF with number greater than three crypts. The low expression of p53, p21 and p16 in the distal colon in the treatment with inulin did not affect its preventive effect of prebiotics, suggesting that other mechanisms for the prevention of ACF may be involved. For the appearance of ACF in three equal number memor or crypts in the proximal colon, the middle and distal fructooligosaccharides was effective. This efficiency can be attributed to increased gene expression of p16 protein in the distal colon of mice. For the middle and distal colon the defatted flaxseed meal was effective in preventing the onset of ACF with fewer or equal to three crypts. For the incidence of ACF in number greater than three crypts in the middle and distal colon the defatted flaxseed meal also has preventive effects. This efficiency in the distal colon can be attributed to increased gene expression of p53 protein. When comparing the different sexes of C57BL/6 using only the defatted flaxseed meal, that food had preventive effects in the proximal colon, middle and distal male mice decreases the incidence of ACF with fewer or equal to three crypts. For distal colon this effectiveness can be attributed to increased gene expression of p53 protein. In females the defatted flaxseed meal did not protect the distal colon in the incidence of ACF with fewer or equal to three crypts. ACF for a number higher than three crypts in both sexes the defatted flaxseed meal not prevented the emergence of ACF. Faced with such evidence found in this study, the prebiotics inulin and fructooligosaccharides or defatted flaxseed bran dietary fibers are effective in preventing the development of CRC, but further studies should be undertaken to elucidate other mechanisms that may be involved in this process both in the line of Balb/C mice receiving prebiotics and defatted flaxseed meal in the diet, as well as in C57BL/6 mice that were fed the defatted flaxseed meal.