Caracterização de genótipos de milho desenvolvidos sob estresse de nitrogênio e herança da eficiência de uso deste nutriente

Nitrogen is one of the elements most demanded by maize crop, as well as the nutrient that most burdens the agricultural production, since in a wide part of the arable soils it is not available at the amounts necessary to high productivity, therefore requiring supplemental applications. In addition,...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Guimarães, Lauro José Moreira lattes
Orientador/a: Cruz, Cosme Damião lattes
Co-advisor: Pacheco, Cleso Antônio Patto lattes
Banca: Marriel, Ivanildo Evodio lattes, Viana, José Marcelo Soriano lattes, Souza, Moacil Alves de lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Doutorado em Genética e Melhoramento
Department: Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me
Assuntos em Portugês:
QTL
Assuntos em Inglês:
QTL
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/1281
Citação:GUIMARÃES, Lauro José Moreira. Characterization of maize genotypes developed under nitrogen stress and the inheritance of the efficiency in using this nutrient. 2006. 122 f. Tese (Doutorado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Resumo Português:O nitrogênio é um dos elementos mais exigidos pela cultura do milho, sendo o nutriente que mais onera a produção agrícola, pois em grande parte dos solos agricultáveis, este elemento não está disponível em quantidades necessárias para altas produtividades, exigindo aplicações suplementares. Além disso, os cultivares comerciais de milho são altamente dependentes de adubações nitrogenadas, pois foram desenvolvidos para cultivo em ambientes otimizados, não sendo adaptados a condições de baixa disponibilidade de N. Assim, os objetivos deste trabalho foram promover uma melhor caracterização de linhagens de milho desenvolvidas em solos com baixo nitrogênio, determinar os padrões de herança da eficiência de uso de N e da resposta à aplicação deste nutriente quanto às capacidades gerais e específicas de combinação e investigar o comportamento dos genótipos quanto à adaptabilidade e estabilidade em ambientes contrastantes na disponibilidade de nitrogênio. Os resultados demonstraram que linhagens eficientes tendem a produzir híbridos eficientes e responsivos, de adaptabilidade geral e com boa estabilidade. Os efeitos genéticos aditivos e não aditivos para produtividade de grãos foram importantes em ambientes com baixo ou alto N. Entretanto, o controle genético da produtividade foi diferente para ambientes contrastantes na disponibilidade de N e a tendência da importância dos efeitos aditivos, em relação aos efeitos de complementação gênica, variou entre os conjuntos de genótipos avaliados. A decomposição dos parâmetros de adaptabilidade de Eberhart e Russell (1966) em efeitos de CGC e CEC proporcionaram melhor entendimento da herança da adaptação a ambientes com baixo N, e da resposta dos cultivares à aplicação deste nutriente. O uso da estatística Pi (Lin e Binns, 1988) permitiu a identificação de genótipos superiores quanto à eficiência e resposta ao N, e, ao mesmo tempo, de adaptabilidade ampla e boa estabilidade de produção. A população CMS 59 mostrou-se como a mais promissora para extração de linhagens eficientes no uso de N e com altas freqüências de alelos favoráveis para produção de grãos em ambientes com baixo N, entretanto, linhagens com altas estimativas de CGC e que apresentem boas capacidades específicas de combinação com linhagens da CMS 59 foram encontradas em todas as populações avaliadas. Desta forma, para desenvolvimento de cultivares eficientes no uso de N propõe-se a avaliação de genótipos em ambientes com baixo N, e, posteriormente, a obtenção de progênies híbridas apenas das linhagens mais adaptadas ao estresse por deficiência de N, em dialelos ou top-crosses, para avaliações mais detalhadas. Este esquema proporcionaria economia de recursos pela diminuição do número de progênies testadas.
Resumo inglês:Nitrogen is one of the elements most demanded by maize crop, as well as the nutrient that most burdens the agricultural production, since in a wide part of the arable soils it is not available at the amounts necessary to high productivity, therefore requiring supplemental applications. In addition, the commercial maize cultivars are highly dependent from nitrogen fertilization, because they were developed for cropping under optimized environments, so they are not well adapted to the conditions with low N availability. So, the objectives of this study were: to promote a better characterization of the maize lines developed in nitrogen-poor soils; to determine the inheritance patterns of either the efficiency in using N and the response to this nutrient application, concerning to both general and specific combination abilities; and to investigate the behavior of the genotypes, relative to the adaptability and stability in contrasting environments for availability of nitrogen. According to the results, the conclusions were drawn as follows. The efficient lines tend to produce efficient and responsive hybrids provided with general adaptability and satisfactory stability. Both addictive an nonaddictive genetic effects for productivity of grains were important under nitrogen-poor and rich environments. However, the genetic productivity control differed in the contrasting environments concerning to the availability of N, whereas the tendency of the importance of the addictive effects relative to the effects of the genetic complementation varied among the groups of the genotypes under evaluation. The decomposition of the adaptability parameters by Eberhart and Russell (1966) into effects of CGC and CEC rather provided a better understanding of the inheritance for either adaptation to N-poor environments and the response by cultivars to the application of this nutrient. The use of the Pi statistics (Lin & Binns, 1988) made possible the identification of the superior genotypes for both efficiency and response to N, as well as the wide adaptability and satisfactory production stability. The population CMS 59 showed to be the most promising for extraction of efficient lines in using N and provided with high frequencies of alleles favorable to the production of grains under N-poor environments. However, some lines with high CGC estimates and showing good specific combination abilities with lines of CMS 59 were found in all populations under evaluation. Thus, for the development of cultivars that would efficiently use the nitrogen, it is proposed to evaluate the genotypes under N-poor environments, and later the obtainment of hybrid progenies only from the lines more adapted to N-deficiency stress in dialleles or top-crosses for more detailed evaluations. This scheme would provide resource economy due to the decreased number of progenies under test.