Fenômica e identificação de QTLs para caracteres de raiz em arroz

The objectives of this study were to evaluate the root system in genotypes of upland rice by a new methodology in situ; conduct a bioassay to phenotyping root traits in a Core Collection of Rice for Drought (CNAS) and build a genetic map and identification of quantitative trait loci (QTL) that contr...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Terra, Thiago Gledson Rios lattes
Orientador/a: Oliveira, Aluízio Borém de lattes
Co-advisor: Rangel, Paulo Hideo Nakano lattes, Cruz, Cosme Damião lattes
Banca: Gomes, Carlos Nick lattes, Lanna, Anna Cristina lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Department: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Assuntos em Portugês:
QTL
Assuntos em Inglês:
QTL
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/1244
Citação:TERRA, Thiago Gledson Rios. Next-Generation phenotyping and identification of QTLs to characters of root at rice. 2014. 92 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Resumo Português:Os objetivos desse trabalho foram: desenvolver uma nova metodologia de fenotipagem radicular em plantas por meio de técnica não destrutiva ao longo do ciclo; avaliar o sistema radicular em uma coleção nuclear de arroz de terras altas formada por 87 acessos; construir mapas cromossômicos com marcadores SNP‟s e identificar QTLs para variáveis do sistema radicular em uma população de linhas segregantes de arroz de terras altas. O primeiro experimento foi desenvolvido em condição de casa telada cujo delineamento foi o de blocos casualisados, com quatro repetições. Cada parcela constou de um cano de PVC com um tubo de acrílico instalado no interior, envolto com latossolo vermelho, contendo três plantas de arroz. Semanalmente um scanner de raiz (CI-600) era inserido no tubo de acrílico gerando uma imagem, na profundidade de 5 a 25 cm e outra, na profundidade de 25 a 45 cm. Essas imagens foram quantificadas pelo do software WinRhizo, disponibilizando as variáveis comprimento total, área de contato, diâmetro médio e volume. Os genótipos avaliados apresentaram diferenças significativas entre si e entre as profundidades avaliadas por meio da análise conjunta para as variáveis comprimento e área de contato. Quanto ao diâmetro médio e volume foram encontradas diferenças apenas entre as profundidades. O genótipo Azucena apresentou-se superior aos demais para as variáveis comprimento e área de contato. Ao se avaliar a soma das duas imagens para cada genótipo foram encontradas diferenças entre os mesmos para todas as variáveis com exceção do diâmetro. Essa metodologia mostrou-se eficiente, relativamente rápida, não destrutiva e com a vantagem de se obter dados ao longo do período de desenvolvimento das plantas. No segundo experimento foram utilizados 87 acessos pertencentes à CNAS da Embrapa em delineamento de blocos completos ao acaso, com três repetições, em condição controlada. Foi utilizada uma metodologia não destrutiva com a digitalização de imagens através de um scanner de raiz (CI 600 Root Scan). As raízes foram quantificadas com o auxílio do software WinRhizo, versão 2008. Os genótipos que mais se destacaram para a condição de casa telada na profundidade de 5 a 25 cm foram Cajueiro Liso e Paná. Já na profundidade de vii25 a 45 cm os destaques ficaram por conta de Meruim Ligeiro, Samambaia Amarelo e Legítimo. Tomando como base uma dissimilaridade de 20% entre os genótipos da CNAS foram formados nove grupos por meio do método de agrupamento do vizinho mais distante mostrando a presença de grande variabilidade entre os mesmos para caracteres de raiz. No terceiro experimento foi avaliada uma população F2:3 composta por 150 famílias provenientes do cruzamento entre as variedades IAC 165 x BRS Primavera. A genotipagem foi feita na população F2 através de 1061 marcadores SNP (Single Nucleotide Polymorphism). Esses marcadores foram agrupados pela técnica conhecida por Chip de DNA (ou DNA Microarray). Para a formação dos mapas genéticos foi utilizado um LOD Score de 3,0, e para a formação dos QTLs um LOD acima de 2,5. Um bioensaio de fenotipagem na população F3 foi conduzido em blocos ao acaso com três repetições, sob condição de casa telada. A avaliação do sistema radicular foi realizada por intermédio da geração de imagens pelo scanner de raiz CI- 600 e quantificação através do software WinRhizo. As variáveis analisadas foram comprimento (COM), área de contato da raiz (ACR) e volume (VOL) nas profundidades de 5 a 25 cm (1) e de 25 a 45 cm (2). O mapa genético originado foi composto por 1061 marcadores SNP e apresentaram comprimento total de 1424 cM. O cromossomo com maior área de cobertura foi o número 3 com 270 cM (100 SNP‟s), seguido pelos cromossomos 1, com 249 cM (170 SNP‟s), e 2 com 163 cM (99 SNP‟s). Para as variáveis do sistema radicular estudadas COM (1), COM (2), ACR (1) e ACR (2) foram encontrados QTLs nos cromossomos 1 e 3. Para VOL (2) foram encontrados dois QTLs no cromossomo 1. Palavras chave: metodologia de raiz, Oryza sativa L. subsp. japônica, coleção nuclear de arroz, mapa genético, QTL.
Resumo inglês:The objectives of this study were to evaluate the root system in genotypes of upland rice by a new methodology in situ; conduct a bioassay to phenotyping root traits in a Core Collection of Rice for Drought (CNAS) and build a genetic map and identification of quantitative trait loci (QTL) that control variables of the root system in rice. The first experiment was conducted in the greenhouse condition whose experimental design was randomized complete block with four replications. Each experimental plot consisted of a PVC pipe with an acrylic tube fitted inside, wrapped with haplustox containing three rice plants. A weekly root scanner (IC-600) was inserted in the acrylic tube and generating an image, in depth of 5 to 25 cm and the other at a depth 25 to 45 cm. These images were quantified by means of software WinRhizo by providing the variable total length of the root, contact area, diameter and volume. The genotypes showed significant differences between them and between depths evaluated through joint analysis for the variables length and contact area. As for the average diameter and volume differences were found between the depths only. The genotype Azucena was superior to the others for the variables length and contact area. When evaluating the sum of the two images for each genotype differences were found between the same for all variables except for diameter. This method proved to be efficient, relatively fast, non-destructive and with the advantage of obtaining data over the period of plant development. The second experiment used 87 accessions belonging to CNAS Embrapa in randomized block design with three replications on condition of the greenhouse. Was used a non- destructive method with scanning images via a scanner root (CI - 600 Root Scan). The roots were quantified with the aid of software WinRhizo, 2008 version. The genotypes that stood out for the condition of the greenhouse in the depth 5-25 cm were Cashew Smooth and Paná. Already at depth 25-45 cm the highlights were the Meruim Ligeiro, Samambaia Amarelo, and Legítimo. Based on 20% dissimilarity between genotypes of CNAS nine groups were formed by the method of grouping the farthest neighbor showing the presence of large variations among the same for root traits. The third ixexperiment was assessed a population F2:3 consisted of 150 families from the cross between IAC 165 x BRS Primavera. Genotyping was performed in the F2 population by 1397 SNPs (Single Nucleotide Polymorphism). These markers were grouped by technique known as DNA chip (or DNA Microarray). For the formation of genetic maps we used a LOD score of 5.0, and for the formation of one QTL LOD above 2.5. A bioassay phenotype in the F3 population was conducted in a randomized block design with three replications under the greenhouse condition. The evaluations of the root system were determined by the generation of images through the scanner root CI-600 and quantification WinRhizo through software. The variables analyzed were length (COM), the contact area in 3D (A3D) and volume (VOL) at depths 5-25 cm (1) and 25- 45 cm (2). The genetic map was composed in 1061 originated SNP markers and had a total length of 1424 cM. The chromosome formed with larger coverage area by the markers was number 3 with 270 cM (170 SNP‟s), followed by chromosome 1 with 249 cM (170 SNP‟s) and 2 with 163 cM (99 SNP‟s). For variables COM (1) COM (2), ACR (1), ACR (2) and VOL (1) were found QTLs on chromosomes 1 and 3. As for the variable VOL (2) were observed two QTLs on chromosome 1. Key words: root methodology, Oryza sativa L. subsp. japonica, core collection of rice, genetic map, identifying QTL.