Entre febres e feras, o imigrante vai à floresta: a saúde e o meio ambiente na formação da Colônia de Santa Leopoldina - ES 1856-1900

This work addresses a new approach of analyzing European immigration to Brazil, emphasizing the study of the pathological frame of the immigration groups immediately after their arrival in the tropical region, as well as the social representations recreated by the newcomers regarding the causes of d...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Camillo, Tiago de Araújo lattes
Orientador/a: Doula, Sheila Maria lattes
Banca: Queiróz, Jonas Marçal de lattes, Fiúza, Ana Louise de Carvalho lattes, Valadares, Jose Horta lattes, Ferreira Neto, José Ambrosio lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Mestrado em Extensão Rural
Department: Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/4202
Citação:CAMILLO, Tiago de Araújo. Amid fevers and beasts, immigrant life in the tropics: health and the environment on the formation of Colônia de Santa Leopoldina - ES 1856-1900. 2006. 134 f. Dissertação (Mestrado em Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Resumo Português:Este trabalho traz à baila uma nova perspectiva de análise da imigração européia para o Brasil, visto que enfatiza o estudo do quadro patológico dos grupos de imigrantes no momento imediatamente posterior ao seu ingresso na região tropical, bem como as representações sociais dos adventícios em relação às causas das enfermidades e às soluções terapêuticas escolhidas para a cura. Para tanto, tem como foco primordial a investigação da fase inicial de estabelecimento dos imigrantes em Santa Leopoldina (ES) na época uma região de fronteira agrícola - entre os anos de 1856 e 1900. Tal estudo foi construído a partir da análise dos registros de enfermaria referentes ao empreendimento colonial, correspondências médicas que reportavam a situação epidemiológica da localidade, epístolas e memórias de imigrantes, além de relatórios oficiais e relatos de viajantes estrangeiros. Dessa forma, uma face da relação entre o imigrante e o mundo natural foi elucidada, ao mesmo tempo em que se destacou o papel do elemento imigrante como sujeito que, nos trópicos ao se deparar com novas injunções ambientais, era capaz de reconstruir um novo universo de representações.
Resumo inglês:This work addresses a new approach of analyzing European immigration to Brazil, emphasizing the study of the pathological frame of the immigration groups immediately after their arrival in the tropical region, as well as the social representations recreated by the newcomers regarding the causes of diseases and therapeutic solutions found for their cure. Thus, its main focus is the investigation of the initial settling phase of the immigrants in Santa Leopoldina (ES) an agricultural frontier region, then -1856 through 1900. This study was based on the analysis of the infirmary records related to the colonial settlement period, medical files reporting the local epidemiological cases, letters and journals written by the immigrants as well as official reports and foreign traveler accounts. Thus, an aspect of the relation between the immigrant and the natural world has been elucidated, highlighting the role played by the former, who, as a subject facing new environmental injunctions, was able to reconstruct a new universe of representations.