Interação trófica entre Podisus nigrispinus e Supputius cincticeps (Heteroptera: Pentatomidae)

Prey may be more or less consumed by control biologic agents and presents three kinds of interspecific interactions, (1) synergism, increase of mortality of prey comparing to each natural enemy independently, when the foraging of one species facilitates the capture of pest by another natural enemies...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Jacques, Gabriel de Castro lattes
Orientador/a: Serrão, José Eduardo lattes
Co-advisor: Zanuncio, José Cola lattes, Zanuncio, Teresinha Vinha lattes
Banca: Fialho, Maria do Carmo Queiroz lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Mestrado em Entomologia
Department: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/3922
Citação:JACQUES, Gabriel de Castro. Trophic interaction between Podisus nigrispinus and Supputius cincticeps (Heteroptera: Pentatomidae). 2011. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Resumo Português:Presas podem ser mais ou menos consumidas por agentes de controle biológico e predadores apresentam três tipos de interações interespecíficas, (1) sinergismo, aumento da mortalidade da presa em relação a cada inimigo natural de forma independente, quando o comportamento de forrageamento de uma espécie facilita a captura da praga por outros inimigos naturais, (2) mortalidade total da praga por inimigos naturais em conjunto equivale à soma da mortalidade individual por cada um, ocorrem para inimigos naturais independentes, quando predam fases distintas da vida da praga ou em diferentes momentos temporais e (3) mortalidade total da praga por predadores em conjunto é menor que a soma da individual por predador. A diminuição na taxa de predação pode ocorrer devido à predação intraguilda e a competição interespecífica. Podisus nigrispinus (Dallas) e Supputius cincticeps (Stål) (Heteroptera: Pentatomidae), predadores generalistas da região Neotropical da América do Sul, consomem e compartilham alta variedade de presas, não sendo restritos ao nível trófico inferior, pois muitos podem se alimentar uns dos outros, na “predação intraguilda” e no canibalismo. O objetivo deste trabalho foi determinar se existe competição e predação intraguilda entre P. nigrispinus e S. cincticeps. Além disso, estudar o efeito desses fenômenos na biologia desses inimigos naturais e contribuir para a compreensão de interações entre predadores no controle biológico. No capítulo I, fêmeas adultas desses percevejos e pupas de Tenebrio molitor Linnaeus (Coleoptera: Tenebrionidae) foram mantidas durante nove dias para a análise das interações intra e interespecíficas no consumo alimentar e na taxa de predação e a ocorrência de canibalismo e predação intraguilda entre adultos. No capítulo II, ninfas de segundo estádio desses predadores foram alimentadas com pupas de T. molitor ad libitum e a cada quatro dias. No estágio adulto, casais foram formados e mantidos nos mesmos tratamentos. A sobrevivência, o ciclo de vida (segundo estádio à emergência dos adultos), peso, razão sexual, longevidade e aspectos reprodutivos dos adultos e a predação intraguilda e canibalismo entre suas ninfas foram avaliados. Ninfas e adultos de P. nigrispinus e S. cincticeps apresentaram predação intraguilda e canibalismo, que favorece a sobrevivência de algumas ninfas, até a localização da presa. Na fase adulta, a predação intraguilda e o canibalismo foram mais frequentes para S. cincticeps e aumentaram a longevidade dessa espécie. A competição interespecífica não afetou o consumo alimentar, a taxa de predação, o desenvolvimento e a reprodução de P. nigrispinus. O desenvolvimento e a reprodução de S. cincticeps foram afetados, com desenvolvimento ninfal mais curto, produção de fêmeas maiores e menor viabilidade de ovos, mostrando ser essa espécie menos competitiva que P. nigrispinus. Em alta densidade de presa, esses predadores apresentaram sinergismo na taxa de predação, o que é benéfico ao controle biológico. É melhor utilizar, apenas, P. nigrispinus nos programas de controle biológico inundativo e inocultaivo, pois essa espécie possui maior taxa de predação e reprodução. Além disso, o uso desse predador, com S. cincticeps, pode ser desfavorável, pois este é o predador intraguilda e pode diminuir a população de P. nigrispinus em baixadisponibilidade de presas, ou causar sua migração. A menor viabilidade de ovos de S. cincticeps, criado com P. nigrispinus, indica ser melhor investir os recursos financeiros na produção de P. nigrispinus. Porém, em programas de controle biológico conservativo, o uso de ambas as espécies é interessante por poderem coexistir no mesmo ambiente. Além disso, a viabilidade dos ovos de S. cincticeps apresenta queda constante com interação interespecífica com P. nigrispinus, o que dimuiria a predação intraguilda por esse predador.
Resumo inglês:Prey may be more or less consumed by control biologic agents and presents three kinds of interspecific interactions, (1) synergism, increase of mortality of prey comparing to each natural enemy independently, when the foraging of one species facilitates the capture of pest by another natural enemies. (2) Total mortality of the pest to natural enemies equals to the sum of individual mortality by each natural enemy. This occurs on independent natural enemies, when they prey different phases of pest’s life or in different temporal moments. (3) The total mortality of the pest by predator is lower than the individual sum for each predator. The decrease of predation tax may occur by different mechanisms, including the intraguild predation and the interespecific competition. Podisus nigrispinus (Dallas) and Supputius cincticeps (Stål) (Heteroptera: Pentatomidae), generalists predators of Neotropical region of South America, consume and share high variety of prey, not being restricted to inferior trophic level, because many may prey each other, on intraguild predation and on cannibalism. The aim of this work was determinate if there is competition and intraguild predation between P. nigrispinus and S. cincticeps. Besides that, study the effect of these phenomena on biology of the natural enemies and contribute to the understanding of interaction between predators on biologic control. On chapter I, the experiment was realized with adult females of this bugs and pupae of Tenebrio molitor Linnaeus (Coleoptera: Tenebrionidae) during nine days, when we analyzed the effect of intra and interespecific interactions on alimentary consume and on predation tax and the occurrence on cannibalism and intraguild predation among adults. On chapter II, we used second instar nymphs of the predators and pupae of T. molitor ad libitum were given once each four days. When they reach adult stage, couple were formed and we kept same treatment. The survival, cycle of life (second instar until hatch of adults), weigh, sexual ratio, longevity and reproductive aspects of bugs adults and intraguild predation and cannibalism between its nymphs were evaluated. Nymphs and adults of P. nigrispinusand S. cincticeps presented intraguild predation and cannibalism, which favors the survival of some nymphs until localization of the prey. On adult phase, bidirectional intraguild predation and the cannibalism were more frequently to S. cincticeps and increased the longevity of this species. The interespecific competition did not affect the alimentary consume, the predation tax, the development nor the reproduction of P.nigrispinus. The development and reproduction of S. cincticeps were affected, with the nymphal development shorter, production of bigger females and less viability of eggs, showing that this species is less competitive than P. nigrispinus. On higher prey density, these predators presented synergism on predation tax, which is good when it comes to biologic control. It is better to use only P. nigrispinus on inundative and inoculative biologic control, since this species presents higher predation and reproduction taxes. Besides that, the use of this predator with S. cincticeps may be unfavorable, because this is an intraguild predator and may lower P. nigrispinus population on lower prey availability or causes its migration. The low egg viability of S. cincticeps, bred with P. nigrispinus, is an indicative that is better to invest financial resources on P. nigrispinus production. However, in conservative biologic control, the use of both species is interesting because they can coexist at the same environment. Besides that, the egg viability of S. cincticeps presents constant decrease with interspecific interaction with P. nigrispinus, which may lead to a decrease of intraguild predation by this predator.