Níveis dietéticos de lisina e de metionina + cistína digestíveis para frangos de corte cobb

Eight experiments was carried out, at the animal husbandry department at UFV, to establish the requirement of digestible Lysine and also methionine + cystine requirement for male and female Cobb broilers. Four different phases were study: 1 to 10, 11 to 21, 22 to 35 and 35 to 49 days of age. At the...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2008
Main Author: Bernal, Luis Ernesto Páez
Orientador/a: Rostagno, Horácio Santiago lattes
Co-advisor: Albino, Luiz Fernando Teixeira lattes, Gomes, Paulo Cezar lattes
Banca: Moraes, George Henrique Kling de lattes, Barreto, Sérgio Luiz de Toledo lattes, Hannas, Melissa Izabel lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Federal de Viçosa
Programa: Doutorado em Zootecnia
Department: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://locus.ufv.br/handle/123456789/1775
Citação:BERNAL, Luis Ernesto Páez. Lysine and Methionine + Cystine digestivel dietary levels for Cobb broiler chikens. 2008. 140 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Resumo Português:Um total de oito experimentos foram conduzidos no Departamento de Zootecnia da UFV, a fim de avaliar as exigências de lisina e de metionina + cistina digestível, de frangos de corte Cobb, machos e fêmeas, nas fases de 1 a 10, 11 a 21, 22 a 35 e 37 a 49 dias de idade. No estudo de lisina foram usados cinco níveis crescentes de lisina digestível para cada fase: 1,12; 1,18; 1,24; 1,30 e 1,36% (1 a 9 dias de idade); 1,06; 1,12; 1,18; 1,24 e 1,30 (10 a 21 dias de idade); 0,92; 0,98; 1,04; 1,10 e 1,16% (22 a 35 dias de idade); 0,84; 0,90; 0,96; 1,02; 1,08% (37 a 49 dias de idade). No estudo de metionina + cistina foram usadas cinco relações de Met + Cis digestível / Lis digestível 64, 68, 72, 76 e 80% . A fim de evitar excesso de lisina digestível nestas dietas experimentais, o conteúdo utilizado foi equivalente a 95% do recomendado para cada fase, segundo as Tabelas Brasileiras 2005 (Rostagno et al., 2005); os niveis de lisina digestível foram 1,24% (1 a 10 dias, macho e fêmea); 1,10% (10 a 21 dias, macho e fêmea); 1,030% (22 a 35 dias, machos); 0,970% (22 a 35 dias, fêmeas); 0,950% (37 a 49 dias macho) e 0,900% (37 a 49 dias fêmea). Em outros dois tratamentos (tratamentos 6 e 12, macho e fêmea respectivamente) foram utilizadas dietas controle contendo nível adequado de lisina digestível (1,35%) e Met + Cis digestível (1,080% = 80% da lisina). Desta maneira, o experimento totalizou doze tratamentos em cada uma das fases estudadas. No estudo de lisina digestível para o período de 1 a 9 días verificouse efeito linear para o ganho de peso e conversão alimentar dos machos, nas fêmeas houve efeito quadrático sobre a mesmas variáveis. No período de 10 a 21 dias de idade houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre o ganho de peso e a conversão alimentar tanto para machos como para as fêmeas. Para a fase de 22 a 35 dias de idade foi observado efeito quadrático dos níveis de lisina digestível sobre o ganho de peso e a conversão alimentar nos machos, sendo que as fêmeas responderam de forma linear para as mesmas duas variáveis. Para os parâmetros de rendimento de carcaça e cortes nobres os machos mostraram efeito linear para o rendimento de peito com osso e filé de peito, entretanto as fêmeas só apresentaram efeito linear para rendimento de filé. Para a fase final (37 a 49 dias) houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre o ganho de peso e a conversão alimentar tanto para machos como para as fêmeas. Nos parâmetros de rendimento carcaça, apenas as fêmeas apresentaram resposta linear para redução da percentagem de gordura abdominal. No estudo de metionina + cistina digestível houve efeito linear sobre o ganho de peso e a conversão alimentar nos machos, para a fase de 1 a 10 dias de idade, entretanto as fêmeas apresentaram reposta quadrática para ganho de peso e linear para conversão alimentar. No período de 11 a 21 dias de idade houve efeito quadrático dos níveis de lisina sobre o ganho de peso e a conversão alimentar nos machos, as fêmeas responderam de forma linear para ganho peso e quadrática para conversão alimentar. Para a fase de 22 a 35 dias de idade foi observado efeito linear sobre oganho de peso e quadrático sobre a conversão alimentar nos machos. Nas fêmeas não houve efeito dos níveis de metionina + cistina sobre o ganho de peso, observando-se apenas efeito quadrático sobre a conversão alimentar. Para os parâmetros de carcaça apenas as fêmeas apresentaram resposta quadrática para rendimento de gordura abdominal, peito com pele e osso e filé de peito. No período de 37 a 49 dias de idade os machos apresentaram efeito lienar dos níveis de metionina + cistina sobre o ganho de peso e quadrático sobre a conversão alimentar. Nas fêmeas houve resposta quadrática para as duas variáveis. Com relação aos parâmetros de carcaça as fêmeas apresentaram resposta quadrática para mínima percentagem de gordura abdominal, já os machos apresentaram efeito quadrático para o rendimento de peito com osso. Com base nas análises estatísticas e os parâmetros estudados conclui-se que as exigências de lisina digestível para máximo desempenho em frangos de corte Cobb, macho e fêmea, respectivamente são de 1,35 e 1,29% (1 a 9 dias de idade); 1,22 e 1,24% (10 a 21 dias de idade); 1,16 e 1,16% (22 a 35 dias de idade) e 1,02 e 1,08 (37 a 49 dias de idade). Para Metionina + Cistina conclui-se que as exigências, para máximo desempenho em frangos de corte Cobb, macho e fêmea, respectivamente são de 0,960 e 0,960% (1 a 10 dias de idade); 0,801 e 0,812% (11 a 21 dias de idade); 0,751 e 0,723% (22 a 35 dias de idade) e 0,692 e 0,630 (37 a 49 dias de idade), para dietas formuladas com níveis de lisina digestível de 1,19% (1 a 10 dias) e 1,06% (11 a 21 dias) para ambos sexos e 0,99% para machos e 0,88% para fêmeas (22 a 35 dias de idade) e 0,91% para machos e 0,86% para fêmeas (37 a 49 dias de idade).
Resumo inglês:Eight experiments was carried out, at the animal husbandry department at UFV, to establish the requirement of digestible Lysine and also methionine + cystine requirement for male and female Cobb broilers. Four different phases were study: 1 to 10, 11 to 21, 22 to 35 and 35 to 49 days of age. At the Lysine experiment, five increasing digestible Lysine levels were use for each phase: 1,12%; 1,18%; 1,24%; 1,30% e 1,36% (1 to 9 days of age); 1,06; 1,12; 1,18; 1,24 e 1,30 (10 to 21 days of age); 0,92; 0,98; 1,04; 1,10 e 1,16% (22 to 35 days of age); 0,84; 0,90; 0,96; 1,02; 1,08% (37 to 49 days of age). At the Methionine + Cystine experiment five different dietary digestible Met. + Cys. / Lys. ratios (64, 68, 72, 76 and 80%), for males and females, respectively, were produced . To avoid excess lysine in the experimental diets the digestible Lysine content will be calculated to be about 95% of the Brazilian Tables recommendations (Rostagno et al., 2005). Lysine levels were 1,24% (1 to 10 days, male and female); 1,10% (10 to 21 days, male and female); 1,030% (22 to 35 days, male); 0,970% (22 to 35 days, female); 0,950% (37 to 49 days male) and 0,900% (37 to 49 days female). Two control (C+) treatments, one for males and another for females, containing adequate lysine (1,35%) and Met + Cis (1,080% = 80% of Lys.) were included in the experimental design.Therefore, each study phase had twelve treatments. Studying Lysine levels for the 1 to 9 days of age phase, it was found a linear effect for weight gain and feed conversion rate on males and a quadratic effect on females. Into 10 to 21 days of age there was a quadratic effect of Lysine levels for the weight gain and feed conversion rate, on males and females. At the 22 to 35 of age days phase, in was observed a quadratic effect for lysine levels over weight gain an feed conversion rate on males, while females had a linear reply for the same variables. For carcass yield parameters and fine cuts males showed linear effect for Breast whit bone and filet yield, while females only showed linear effect for filet yield. At the final Phase (31 to 49 days) there was a quadratic effect by lysine levels on weight gain and feed conversion rate as well for males as females. Only females presented linear response for reduction of the abdominal fat percentage. At digestible methionine + cystine study there was linear effect over weight gain and feed conversion rate for males on 11 to 21 days age phase. Moreover females showed quadratic response for weight gain and linear response for fed conversion rate. At the 11 to 21 day of age phase there was a quadratic effect of Lysine levels on weight gain and feed conversion rate for males, while females respond linearly for weight gain and quadratically for weight gain. From 22 to 35 days age it was observed a linear effect on weight gain and quadratic effect on feed conversion rate for males. In females, there was not effect of methionine + cystine levels on weight gain and only quadratic effect on feed conversion rate. Abdominal Fat yield, breast whit bone and filet have a quadratic response by females. In male broilers at 37 to 49 days of age, it was observed a linear effect of methionine + cystine levels on weight gain and a quadratic effect on feed conversion rate. Females in that phase had a quadratic response for both variables. About carcass parameters, female´s minimum abdominal fat varied quadratically as well as male´s breast whit bone yield. Based on statistical analyses and the studied parameters, it was concluded that digestible lysine requirements for maximum performance in Cobb broiler chickens, male and female, respectively are 1,35 and 1,29% (1 to 9 days of age); 1,22 and 1,24% (10 to 21 days of age); 1,16 and 1,16% (22 to 35 days of age) and, 1,02 and 1,08% (37 to 49 days of age). For Methionine + Cystine, it was concluded that requirements for maximum performance in Cobb broiler chickens, male and female, respectively are 0,960 and 0,960% (1 to 9 days age); 0,801 and 0,812% (10 to 21 days age); 0,751 and 0,723% % (22 to 35 days age) and, 0,692 and 0,630 (37 to 49 days age), for diets containing 1,16% digestible Lysine from 1 to 10 days,1,06% dig Lysine from 11 to 21 days for both sexes and 0,99% for males and 0,88% for females from 22 to 35 days age and 0,91% for males and 0,86% for females from 37 to 49 days of age.