A aquisição dos pronomes pessoais da língua espanhola por falantes de português do Brasil : aspectos lingüísticos e psicotipológicos

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, 2007.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2007
Main Author: Lozado, Patrícia Rosa
Orientador/a: Unternbäumen, Enrique Huelva
Format: Dissertação
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/3840
Citação:LOZADO, Patrícia Rosa. A aquisição dos pronomes pessoais da língua espanhola por falantes de português do Brasil: aspectos lingüísticos e psicotipológicos. 2007. 182 f. Dissertação (Mestrado em Linguistica Aplicada)—Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Resumo inglês:O presente estudo investigou a aquisição do sistema pronominal da língua espanhola por falantes de português brasileiro bem como a influência que o sistema pronominal de sua LM exerce neste processo. Buscou-se também analisar a Interlíngua dos aprendizes em relação aos pronomes pessoais e constatou-se que a aquisição deste sistema está ainda em processo, que os aprendizes estão no caminho de sua aquisição. As estruturas corretas e incorretas mais significativas foram agrupadas em categorias e a partir de então comparamos o uso dos pronomes pessoais nas duas línguas. Verificou-se a Psicotipologia dos aprendizes com relação às línguas em questão e a possível influência desta no processo de ensino-aprendizagem da língua-alvo. Notou-se uma grande influência da Língua Materna no processo de construção da Interlíngua. Foi realizada uma pesquisa qualitativo-interpretativista, que lidou com pressupostos teóricos da Transferência Lingüística, da Análise Contrastiva, da Análise de Erros, da Marcação Lingüística. Os resultados mostraram que devido à transferência de estruturas pronominais da língua materna e à participação criativa do aluno no processo de construção das gramáticas mentais, apresentou-se: a) uma Interlíngua muito mais próxima à língua materna que à língua-alvo; há uma alternância entre sentenças distantes e próximas à língua-alvo; c) algumas vezes a produção não têm relação com nenhuma das duas línguas em questão. ___________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present study investigated the acquisition of the pronominal system of the Spanish Language by speakers of Brazilian Portuguese, as well as the influence that the pronominal system of their mother tongue places on this process. We aimed to analyze the Interlanguage of the learners are on the personal pronouns and it was observed that the acquisition of this system is still in process, that is, the learners are on the way to reach acquisition. The most significant correct and incorrect structures were grouped in categories and then the use of personal pronouns were compared in both languages. The psychotypology of the learners in relation to the languages in study and its possible influence in the process of teaching and learning the target language were also focused in the present research. It was verified that there is a great influence of the Mother Tongue in the construction of the Interlanguage. This study was based on a qualitative and interpretative research which dealt with theory from Linguistic Transference, Contrastive Analysis, Error Analysis, and Linguistics Markedness. Considering the transference of pronominal structures from the Mother Tongue and the learner’s creative participation in the process of mental grammar construction, we conclude that: a) there is an Interlanguage which is much closer to the Mother Tongue rather than to the target language; b) there is an alternation between statements which are distant from and closer to the target language; c) sometimes this Interlanguage does not have any relation to any of both languages.