Pesquisa e desenvolvimento no setor militar e sua relação com o crescimento econômico

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Programa de Pós-Graduação em Ciências Econômicas, 2018.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Aguiar, Jonathan Meireles de
Orientador/a: Oliveira Neto, José Carneiro da Cunha
Format: Dissertação
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/34633
Citação:AGUIAR, Jonathan Meireles de. Pesquisa e desenvolvimento no setor militar e sua relação com o crescimento econômico. 2018. 140 f., il. Dissertação (Mestrado em Economia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Resumo Português:Entender as causas do crescimento econômico é fundamental para explicar o aumento contínuo da produção agregada. Nesse contexto, há um consenso entre os principais modelos de crescimento de que o progresso tecnológico seja o fator essencial para consolidar um crescimento econômico sustentado. Tais modelos sugerem, em última instância, que a taxa de crescimento econômico de longo prazo é determinada essencialmente pela taxa de progresso tecnológico, que, por sua vez, tende a ser impulsionada, em grande parte, por investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Dentro desse arcabouço teórico, outros estudos, ligados à área de Economia de Defesa, enfatizam também a influência dos investimentos militares em P&D nas economias ao redor do mundo, especialmente após o início da 2ª Guerra Mundial. Baseado nessas premissas teóricas, este trabalho pretende identificar e avaliar os prováveis impactos indiretos dos gastos em P&D militar sobre o crescimento dos países observados (dentre os quais se inclui o Brasil), através de spin-offs (transferências de tecnologia) e de crowding-outs (retrações tecnológicas) no setor civil. Para tal, inicialmente, o capítulo 1 abordará os modelos basilares de crescimento econômico de Solow (1956), Lucas (1988) e Romer (1990). Em seguida, o capítulo 2 explicitará as principais contribuições teóricas, modelos econométricos, conceitos e fatos históricos relacionados a possíveis efeitos dos investimentos em P&D militar sobre o crescimento econômico dos países. Finalmente, o capítulo 3 discorrerá sobre os dados de variáveis relativas à P&D, à P&D militar, à produção tecnológica (associada ao número de patentes) e ao crescimento econômico em uma amostra de países que inclui o Brasil, entre 2003 e 2015, a fim de analisar teorica e empiricamente os possíveis impactos indiretos dos gastos em P&D militar sobre o crescimento econômico dos países observados, através da criação de patentes. Com isso, verificou-se que as argumentações apresentadas, apesar de não serem taxativas, demonstraram claramente os aspectos e a intensidade dos efeitos econômicos dos investimentos em P&D militar nos países amostrados (inclusive no Brasil). Dessa forma, espera-se que esta Dissertação contribua para a maior difusão e aperfeiçoamento do estudo da Economia de Defesa no Brasil, subsidiando possíveis políticas públicas referentes à P&D militar no País.