Por uma promessa de vida mais viva : relações afetivas de mulheres negras no rap e no romance brasileiro contemporâneo

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2013.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Silva, Andressa Marques da
Orientador/a: Dalcastagnè, Regina
Format: Dissertação
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/14246
Citação:SILVA, Andressa Marques da. Por uma promessa de vida mais viva: relações afetivas de mulheres negras no rap e no romance brasileiro contemporâneo. 2013. 129 f., il. Dissertação (Mestrado em Literatura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2013.
Resumo inglês:Esta dissertação analisa e discute a representação das personagens femininas negras na literatura brasileira contemporânea, especificamente nos gêneros romance e rap, pensando as relações afetivas vivenciadas por elas. Este estudo faz um paralelo entre as representações iniciais dessas personagens na literatura brasileira, a partir do romance O cortiço, de Aluísio Azevedo, e as perspectivas contemporâneas construídas para tais personagens. Dessa maneira, além do romance de Azevedo, foram analisados os romances As mulheres de Tijucopapo, de Marilene Felinto, e Ponciá Vicêncio e Becos da memória, de Conceição Evaristo, além de algumas letras do grupo Atitude Feminina e da rapper Vera Verônika. A fim de problematizar a estereotipia e sexualização dos corpos das personagens femininas negras e encontrar contrapontos a tal discurso a partir da experiência afetiva destas, o trabalho divide-se em três momentos: discussão sobre as violações do corpo feminino negro nas representações da literatura brasileira do século XIX, a autorrepresentação das relações afetivas desses corpos nas obras de autoras negras contemporâneas e, finalmente, a construção da subjetividade dessas personagens sob a ótica do rap feminino brasileiro atual. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT
This paper analyses and discusses the representation of black female characters in Contemporary Brazilian Literature, particularly in the rap and novel genres ponderibg over the relationships they live. This study draws a parallel between the initial representation of this characters in Brazilian Literature , through the novel O Cortiço, by Aluisio de Azevedo and – and the contemporary perspectives built for these characters concerning their affective practices. Holding this goal, beyond Azevedo’s novel, the works of As mulheres de Tijucopapo, by Marilene Felinto, Ponciá Vicêncio and Becos da memória, by Conceição Evaristo, and some of the lyrics from the group Atitude Feminina and from the rapper Vera Verônika were analyzed. With the purpose to question the stereotyping and sexualization of the bodies of black female characters and find the literary opposite to such discourse, the paper is divided in three steps: an interpretation of the violation of the female black body in its representation in the Brazilian Literature of the nineteenth century; an analysis of the self-representation of romantic relationships of black women in the works of contemporary black female writers; and, finally, a discussion about the way effective possibilities of love are built for these women in the current Brazilian feminine rap.