O processo de trabalho gerencial de enfermagem de um hospital da rede pública do Distrito Federal

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2009.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Pimenta, Fernando Alves
Orientador/a: Shimizu, Helena Eri
Format: Dissertação
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/4766
Citação:PIMENTA, Fernando Alves. O processo de trabalho gerencial de enfermagem de um hospital da rede pública do Distrito Federal. 2009. 145 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Universidade de Brasília, Brasília, 2009.
Resumo inglês:Essa investigação teve como objetivo geral analisar o processo de trabalho gerencial de enfermagem em um hospital da rede pública do Distrito Federal, a partir da ótica de enfermeiras-gerentes, tendo, também como objetivos específicos: identificar e analisar: as concepções e representações dos enfermeiros gerentes sobre o processo de trabalho gerencial; instrumentos e meios utilizados pelos enfermeiros no processo gerencial, a fim de caracterizar os modos de gerenciamento/gestão praticados;as dimensões: técnica, comunicativa, política e de desenvolvimento da cidadania do trabalho gerencial e o modo como se articulam dentro da realidade estudada.Analisar a qualidade política e formal do processo de gerenciamento de enfermagem no contexto hospitalar.Trata-se de um estudo qualitativo cujo desenho metodológico foi estruturado nas premissas da hermenêutica-dialética objetivando compreender o processo de trabalho gerencial de enfermagem a partir de um caminho simultaneamente compreensivo e crítico. O referencial teórico foi constituído pela teoria do processo de trabalho de Marx, Gonçalves, Merhy e Campos e outros estudos do processo de trabalho e gerência de saúde e enfermagem. Foram incluídos treze depoimentos de enfermeiras-gerentes coletados mediante entrevistas semi-estruturadas. Utilizando-se de categorias como processo de trabalho gerencial, condições materiais e técnicas do trabalho, a liderança como instrumento do trabalho gerencial e as interfaces político-emancipatórias do processo de trabalho gerencial de enfermagem e discussão dos resultados revelaram uma prática de gerência pautada pelo modelo racional, e pela presença de um modelo de gerenciamento bipolar, caracterizado pelo exercício simultâneo de atividades assistenciais e gerenciais, predomínio das funções administrativas de controle e organização, revelando baixo desenvolvimento das dimensões político-emancipatórias. O estudo revela também as precárias condições de trabalho e o conseqüente sofrimento psíquico decorrente dessa situação a que estão sujeitos trabalhadores. As dificuldades de relacionamento interpessoal são uma tônica constante agravados pela adoção de um modelo autocrático de liderança, relações assimétricas dentro da equipe multidisciplinar e pela ausência de uma educação permanente nos serviços. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The aim of the research is to analyse the processes behind the management of nursing work in a federal public hospital. The research is being done from the perspective of the nursing management team and in addition has the following aims: to identify and analyse concepts and images of nursing management on the wider management process; discussion of the methodology used amongst nursing management; the character and perception of practical management; the relationship between technical, communicative, politic and development dimensions of the citizenship of the managing work and the ways which they apply at the studied reality. This research analyses the political and contextual quality of the management process of nursing in the hospital context. It is a qualitative study whose methodology is based on the dialectic-hermeneutic premises which aim to understand the process of managing nursing work in both a comprehensive and critical way. The analytical framework is developed from the writings of Marx, Gonçalves, Merthy, Campos and other studies of the leadership process, nursing and health management. Thirteen testimonials from manager-nurses were collected in structured interviews and have been included for further testimony and evidence. The research is divided into the following areas: the process of managing work, the material and technical conditions of work, how leadership is used as a management tool, the political dimension of nursing management work, analysis of the results demonstrating the practice of management based on theoretical models, the use and evaluation of a bipolar management model, an examination of administrative functions of control and organization and their predominance within management and finally an investigation of the consequent politicisation of management and those in their care. The study also examines the poor conditions of work and investigates the resulting psychological difficulties that nursing management and those in their care may experience. The research asserts that autocratic styles of leadership can lead to tensions within interpersonal relationships, the need for constant education and professional development and finally the development of sound professional relationships through skilled leadership and management which values a multidisciplinary approach.