Avaliação de diferentes potências das medicações homeopáticas argentum metallicum e arsenicum album : a busca do entendimento científico da homeopatia

Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade do Gama, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Biomédica, 2017.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Lemos, Ludmila Rocha
Orientador/a: Marães, Vera Regina Fernandes da Silva
Format: Dissertação
Language:por
Online Access:http://repositorio.unb.br/handle/10482/24644
Citação:LEMOS, Ludmila Rocha. Avaliação de diferentes potências das medicações homeopáticas argentum metallicum e arsenicum album: a busca do entendimento científico da homeopatia. 2017. xiii, 65 f., il. Dissertação (Mestrado em Engenharia Biomédica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Resumo Português:A homeopatia é uma ciência médica criada por Samuel Hahnemann há mais de 200 anos na Alemanha. A principal dificuldade de se explicar cientificamente o fenômeno homeopático está nas diluições elevadas, ou seja, altas potências. Enquanto que o efeito farmacológico aumenta com a concentração da droga, na homeopatia ocorre o contrário. O objetivo geral do trabalho foi avaliar e observar se as propriedades físicas das diluições homeopáticas do Argentum metallicum e do Arsenicum album são alteradas após o processo de produção desses medicamentos, ou seja, a sucussão e a diluição, utilizando-se dos métodos instrumentais de espalhamento dinâmico de luz e espectrômetro de ultravioleta-visível, com vistas a identificar se há algum padrão relevante ao estudo científico da homeopatia. As propriedades físicas analisadas foram: a absorção da radiação ultravioleta-visível, os diâmetros das partículas das medicações, a formação de agregados moleculares e o potencial zeta. Analisou-se, estatisticamente, os tamanhos das partículas. Os aparelhos utilizados foram o espectrofotômetro UV-vis (ultravioleta-visível) de duplo feixe da marca Hitachi®, modelo 3900H e o equipamento Zetasizer Nano Series, marca Malvern Instruments Limited, Nano ZS®P. Todas as medidas foram realizadas em triplicatas. As modificações nas propriedades físicas que ocorreram nas medicações homeopáticas não foram estatisticamente significativas entre as diferentes potências, contudo a formação dos agregados mostrou-se relevante, pois seus formatos permitem conter em eu interior das moléculas do insumo ativo. Então, o processo de produção da medicação pode formar figuras geométricas complexas. Assim, os aglomerados são uma propriedade inerente da água e serviria como meio de transporte de informação do principio ativo da medicação homeopática para o sistema biológico. Contudo, o desenvolvimento de modelos que investigue a geometria e a estrutura eletrônica dos aglomerados permitirá avanço no entendimento científico da homeopatia.