Atitudes dos empreendedores de empresas incubadas : influência das características comportamentais empreendedoras na capacidade de inovação

Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico da Universidade do Extremo Sul Catarinense ‒ UNESC, como requisito parcial para a obtenção do título de Mestre em Desenvolvimento Socioeconômico.

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Souza, Abel Corrêa de
Orientador/a: Yamaguchi, Cristina Keiko
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Online Access:http://repositorio.unesc.net/handle/1/4754
Resumo Português:de negócios, tanto internos quanto nas relações externas; (5) utilizam tecnologia disponível, aberto para gerar novas ideias e aprendizado; (6) implementam novos produtos e/ou processos ou técnicas; (7) transformam invenção em conceito econômico; (8) planejam a inovação para que contribua para o sucesso da empresa. Percebeu-se que os perfis inovadores que mais se destacaram foram: (i) Ativadores; (ii) Buscadores, e (iii) Criadores, pois, apresentam boa capacidade de relacionamento com pessoas, contribuindo para influenciar e ampliar as redes de contato; buscam novas informações para novas oportunidades e iniciativas, possuem persistência nos negócios. Destacam-se alguns pontos fracos, quando trata de planejamento para correr riscos moderados e métodos de definição de metas. Este resultado não reflete a realidade da totalidade das incubadoras, visto que a pesquisa foi realizada em três incubadoras, o que impõe limitações tanto geográficas para a pesquisa em estudo, quanto no que tange à caracterização das incubadoras. Para estudos futuros, sugere-se realizar uma análise de variância (ANOVA) relacionando as variáveis do perfil dos gestores das empresas incubadas com as subcategorias.