O ambiente acadêmico da Unila e as estratégias de combate à Homofobia, 2010-2015

Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina da Universidade Federal da Integração Latino-Americana, como requisito à obtenção do título de Mestre em Integração Latino- Americana. Orientador: Prof. Dr. Gerson Galo Ledezma Meneses....

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Castanheira, Fabio
Orientador/a: Meneses, Gerson Galo Ledezma
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Portugês:
Online Access:http://dspace.unila.edu.br/123456789/2848
Citação:CASTANHEIRA, Fabio. O ambiente acadêmico da UNILA e as estratégias de combate à homofobia, 2010 – 2015. 2017. Dissertação (Integração Contemporânea da América Latina) – Programa de Pós-Graduação em Integração Contemporânea da América Latina, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Foz do Iguaçu/PR, 2017
Resumo Português:Atualmente a América Latina apresenta um panorama favorável à discussão da homofobia, uma vez que o tema está cada vez mais em evidência nos discursos e ações políticas, nas mídias e na sociedade. A discussão ultrapassa as fronteiras. Segundo Borrillo (2009), homofobia é a violência física e simbólica contra lésbicas, gays, travestis e transexuais ou ainda, uma atitude de hostilidade para com os homossexuais, uma manifestação arbitrária que consiste em qualificar o outro como contrário, inferior ou anormal. Assim, o objetivo desta dissertação será discutir a formação da homofobia e suas consequências no âmbito da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), apresentando um panorama geral sobre os dados e estatísticas que resultam em violência, causada em razão da orientação sexual homoafetiva. Desta forma, oferecer-se-á subsídios que permitam entender a discussão das causas que levam a homofobia e consequentemente ao comportamento homofóbico e, propor uma discussão que vise a compreensão dos discursos que levam à prática homofóbica, embasando esta discussão dentro da teoria colonial/decolonial. Discutiremos sobre a Universidade Federal da Integração Latino Americana neste contexto colonizador, fazendo uma breve análise de alguns Projetos Pedagógicos de Cursos (PPCs) verificando se estes, contemplam ou não disciplinas que discutam as raízes do preconceito homofóbico, entre eles o machismo e o patriarcado. No último capítulo, apresentaremos uma discussão através de entrevistas realizadas ao longo do mestrado e com pessoas de diferentes segmentos, etnia, idade, classe social e origem, sobre como se dá a homofobia e o combate a mesma dentro e fora da UNILA, através de diferentes ações realizadas por discentes, servidores da Universidade, militantes ou não e grupos organizados.