O empoderamento da mulher: um estudo empírico da Feira do Produtor de Toledo/Pr

The dissertation was to understand how central concern is women's life strategies, leading to their empowerment. To understand this process, in other words, the empowerment of women, was conducted case study of women producers rural and urban residents of Toledo County who market their products...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2010
Main Author: Andrade, Fabiola Juliana Rubim de lattes
Orientador/a: Wadi, Yonissa Marmitt lattes
Co-advisor: Staduto, Jefferson Andronio Ramundo lattes
Banca: Schallenberger, Erneldo lattes, Souza, Marcelino de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Desenvolvimento Regional e Agronegócio
Department: Desenvolvimento regional e do Agronegócio
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2267
Citação:ANDRADE, Fabiola Juliana Rubim de. The empowerment of women: an empirical study of the Toledo Fair Producer/Pr. 2010. 99 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento regional e do Agronegócio) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2010.
Resumo Português:A dissertação teve como preocupação central compreender como se constituem estratégias de vida de mulheres, que conduzem ao seu empoderamento. Para compreender tal processo, ou seja, o empoderamento da mulher, foi realizado estudo de caso com as mulheres produtoras rurais e urbanas, moradoras do município de Toledo que comercializam seus produtos na Feira do Produtor do município. Considera-se neste estudo a Feira do Produtor de Toledo como um espaço social, onde não apenas são comercializados produtos elaborados artesanalmente ou oriundos de produção agropecuária familiar (como hortaliças, pães, doces, salgados, embutidos, etc.). Mas, também como um espaço que oferece possibilidades de aceleramento dos processos de mudança social, que se traduzem, no caso estudado, por meio da afluência de diferentes sujeitos sociais, que interatuam com o objetivo de mudar a condição socioeconômica de suas famílias e a sua própria condição. Acredita-se, e esta é a hipótese desta dissertação, que isto ocorra com as mulheres participantes, que ao ocuparem o espaço da feira se empoderam de diferentes maneiras. Adotou-se a metodologia qualitativa, colhendo-se os dados empíricos através de entrevistas coletivas e individuais, observação participante, resgate de fragmentos de memória e vivências. A pesquisa constatou que apesar da maior parte do orçamento familiar das trabalhadoras entrevistadas ser coberta pela renda feminina ele ainda continua sendo controlado pelo homem. Prevalece o hábito do homem determinar o que a família deve adquirir para o consumo alimentar, para o vestuário e para outras necessidades. No entanto, está havendo uma ruptura no controle masculino pois, na medida em que a consciência da mulher, em relação a aspectos diversos de seu cotidiano, se transforma com o trabalho na Feira do Produtor, o consenso que sustenta o poder masculino perde força. O processo de empoderamento das mulheres pesquisadas ainda é sutil, pois estas são influenciadas por uma sociedade paternalista e consideram o seu trabalho como simples ajuda para seus companheiros e familiares. Por outro lado, estas mesmas mulheres se sentem valorizadas sim, pois romperam, de uma forma ou de outra, com a cultura de que o poder pertence ao homem, simplesmente pelo fato de saírem do âmbito familiar e obterem ajuda de seus companheiros e familiares em trabalhos antes considerados exclusivamente femininos, como o trabalho doméstico e o cuidado com os filhos.
Resumo inglês:The dissertation was to understand how central concern is women's life strategies, leading to their empowerment. To understand this process, in other words, the empowerment of women, was conducted case study of women producers rural and urban residents of Toledo County who market their products at the Fair of the Producer of the Municipality. It is considered in this study the Fair Producer of Toledo as a social place, where not are only marketed products hand made or from family farming production (such as vegetables, breads, pastries, snacks, sausages, etc.). But, also as a place that offers the potential for accelerating the processes of social change, as manifested in the case studied, through the confluence of several social people, which interact with the aim of changing socioeconomic conditions of their families and their own condition. It is believed, and this is the hypothesis of this dissertation, this will occurs with women participants, who occupy the space at the fair to empower different ways. Was adopted a qualitative methodology, collecting empirical data through of collective and individual interviews, participant observation, rescue of fragments of memories and experiences. The survey found that although most of the workers interviewed the family budget to be covered by income women it is still being controlled by man. Highly prevalent in men to determine what the family should get to eat food, for clothing and other necessities. However, there is a break in the male control because, in that the awareness of women regarding various aspects of their daily life, turns to the work at the Fair of the Producer, the consensus that sustains male power weakens. The process of empowerment of women surveyed still is subtle, because they are influenced by a paternalistic society, and consider her work as a simple aid to her comrades and families. Moreover, these same women feel valued, as they break in one way or another, with the culture that power belongs to the man, puraly because it leaves the family context and get "help" of his comrades and families in work previously considered exclusively female, such as housework and caring with children.