A transição da escola pública do campo: a experiência da Escola Itinerante Zumbi dos Palmares

This research aims to analyze the process of political-structural transition of Zumbi dos Palmares Itinerant School to Rural Education Municipal School, in order to identify contradictions in this process of moving from an itinerant camp school to a permanent settlement school, under management of t...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2017
Main Author: Marcondes, Vera Lucia lattes
Orientador/a: Nogueira, Francis Mary Guimarães lattes
Banca: Nogueira, Francis Mary Guimarães lattes, Borges, Liliam Faria Porto lattes, Gehrke, Marcos lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Cascavel
6588633818200016417
500
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Department: Centro de Educação, Comunicação e Artes
Assuntos em Portugês:
MST
Assuntos em Inglês:
MST
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede.unioeste.br/handle/tede/3888
Citação:MARCONDES, Vera Lucia. A transição da escola pública do campo: a experiência da Escola Itinerante Zumbi dos Palmares. 2017. 100 f. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Educação) - Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, 2017.
Resumo Português:Esta pesquisa tem como objetivo analisar o processo de transição político-estrutural da Escola Itinerante Zumbi dos Palmares para Escola Municipal do Campo, com o intuito de identificar as contradições nesse processo de passagem de escola itinerante de acampamento para escola permanente de assentamento, sob a gestão da Prefeitura Municipal de Cascavel. Dessa forma, este estudo propôs-se a: apresentar a história da luta pela terra nos acampamentos e assentamentos do MST, articulada à luta pela educação; identificar os elementos e fundamentos pedagógicos que se fazem presentes na proposta político-pedagógica da Escola Municipal do Campo Zumbi dos Palmares, que assegurem a continuidade de expressão de seu comprometimento de classe; e evidenciar os mecanismos de controle e instrumentos de interferência do Estado – como mantenedor da escola –, responsáveis pelos entraves e contradições na prática escolar. A problemática central foi a da necessidade de compreensão dos avanços obtidos e do que permanece como desafio no processo de passagem dessa Escola Itinerante de acampamento para uma escola permanente de assentamento e, particularmente, do papel do Estado nesta transição. Como metodologia de pesquisa, foram utilizadas as pesquisas bibliográfica, documental e de campo. Como resultado, observou-se que a condução do modelo de escola itinerante para o de escola do campo em assentamento, constitui-se por um movimento dialético e permanente, em que a participação e vigilância da comunidade escolar necessita ser constante e consciente. Da mesma forma, também o coletivo de educadores deve manter-se bem capacitado e engajado, a fim de compreender o processo histórico para torná-lo parte efetiva da transição.
Resumo inglês:This research aims to analyze the process of political-structural transition of Zumbi dos Palmares Itinerant School to Rural Education Municipal School, in order to identify contradictions in this process of moving from an itinerant camp school to a permanent settlement school, under management of the Prefeitura Municipal de Cascavel. Thus, this study proposed the following: to present the history of the struggle for land in the camps and settlements of MST, articulated to the struggle for education; to identify elements and pedagogical fundaments that are present in the political-educational proposal of the Municipal School of Zumbi dos Palmares – and that ensure the continuity of expression of its class commitment; and highlight the control mechanisms and instruments of State interference – as a school maintainer –, responsible for obstacles and contradictions in the school practice. Central problem was the need to understand the progress achieved and what remains as a challenge in the transition process from this itinerant camp school to a permanent settlement school, and particularly the State’s role in this transition. Bibliographic, documentary and field researches have been used as a research methodology. As a result, it was observed that the transition from the itinerant school model to the rural school, already in settlement, was constituted by a permanent and dialectical movement in which the participation and vigilance of the school community needs to be constant and conscious. In the same way, also the collective of educators must remain well trained and engaged in order to understand the historical process to make it an effective part of the transition.