Multiplicidade na fronteira: o fenômeno das identidades transfronteiriças em Santa Rita no Paraguai

Esa tesis es resultado de una investigación que tuvo como objetivo reflejar acerca de los conflictos y la hibridación cultural que aparecen en la ciudad fronteriza de Santa Rita, ubicada en el Alto Paraná, Paraguay. Se estableció un estudio sobre la construcción de la identidad fronteriza de inmigra...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Back, Andressa lattes
Orientador/a: Schallenberger, Erneldo lattes
Banca: Campigoto, José Adilçon lattes, Colognese, Sílvio Antonio lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual do Oeste do Parana
Programa: Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciências Sociais
Department: Fronteiras, Identidades e Políticas Públicas
Assuntos em Português:
Spanish Subjects:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede.unioeste.br:8080/tede/handle/tede/2021
Citação:BACK, Andressa. Multiplicidad en la frontera: el fenómeno de las identidades transfronterizas en Santa Rita en Paraguay. 2014. 93 f. Dissertação (Mestrado em Fronteiras, Identidades e Políticas Públicas) - Universidade Estadual do Oeste do Parana, Toledo, 2014.
Resumo Português:Esta dissertação é resultado de uma pesquisa que teve por objetivo refletir acerca dos conflitos e hibridismos culturais que aparecem na cidade fronteiriça de Santa Rita, situada na região do Alto Paraná, no Paraguai. Foi estabelecido um estudo sobre a construção da identidade transfronteiriça dos imigrantes brasileiros e seus filhos que nasceram e vivem no Paraguai, e as práticas culturais de construção identitária desses sujeitos, no objetivo de discutir a dinâmica desse fenômeno. Nesse contexto, o conceito de fronteira e sua compreensão vão sendo ampliados, uma vez que, este espaço de múltiplas culturas tem características próprias por se localizar numa região fronteiriça e é através desses conflitos e integrações que surge uma nova proposição cultural. Para compreender esse fenômeno, a fronteira é conceituada como um espaço aberto, poroso que é exemplo de integração e de aproximação. Assim o estudo das fronteiras como lugares híbridos auxilia na ampliação da pesquisa sobre esses atores sociais, possibilitando a compreensão de questões que tratam a migração fronteiriça na composição da dinâmica das fronteiras. A proposta é possibilitar um diálogo entre autores que discutam o conceito de fronteira e identidade, e os atores sociais sujeitos e agentes dessa pesquisa.