Comportamento oportunista em contratos agroindustriais: um exame multicaso-fuzzy para o estado do Rio Grande do Sul

A presente tese examina contratos agroindustriais selecionados para o Estado do Rio Grande do Sul. A partir do conceito williamsoniano de governança eficiente, busca-se compreender e mensurar de que forma o comportamento oportunista dos agentes se manifesta diante daquelas estruturas de governança,...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Sopeña, Mauro Barcellos lattes
Orientador/a: Arbage, Alessandro Porporatti lattes
Banca: Silveira, Vicente Celestino Pires lattes, Magnago, Karine Faverzani lattes, Machado, João Armando Dessimon lattes, Viana, João Garibaldi Almeida lattes
Format: Tese
Language:por
Published: Outro
Programa: Outros
Department: Campus Santana do Livramento
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/3462
Citação:SOPEÑA, Mauro Barcellos. Comportamento oportunista em contratos agroindustriais: um exame multicaso-fuzzy para o estado do Rio Grande do Sul. Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Extensão Rural. Santa Maria: UFSM, 2016.
Resumo Português:A presente tese examina contratos agroindustriais selecionados para o Estado do Rio Grande do Sul. A partir do conceito williamsoniano de governança eficiente, busca-se compreender e mensurar de que forma o comportamento oportunista dos agentes se manifesta diante daquelas estruturas de governança, considerando o princípio da incompletude contratual. Para tanto, utiliza-se de métodos mistos de análise que combinam a abordagem quantitativa oriunda da lógica fuzzy, com o aporte qualitativo dos estudos multicaso. O pressuposto comportamental do oportunismo, próprio da Nova Economia Institucional, é analisado para contratos da orizicultura, fumicultura e suinocultura. Propositalmente – e a priori, os contratos são considerados, respectivamente, como clássicos, neoclássicos e bilaterais, o que corresponde à tipologia contratual definida por Oliver Williamson a partir da teoria relacional de Ian MacNeil. Ao considerar que cada modelo contratual apresenta condições estruturais próprias e distintas dos demais, a análise comparativa da ocorrência de posturas oportunistas passa a importar. Assim, as atividades agroindustriais são analisadas em termos de conformidade com os modelos teóricos, utilizando-se, para isto, controladores ou marcadores apropriados em cada estrutura de governança. O modelo fuzzy elaborado para a mensuração do fenômeno constitui-se de três categorias de análise: (a) o nível de confiança que os agentes possuem sobre a contraparte contratual, (b) as referências que possuem junto a seus pares e (c) a importância que atribuem à adoção de salvaguardas contratuais. A análise qualitativa de cada caso contém, além das entrevistas junto aos agentes, processos de observação, pesquisas documentais e visitas a entidades setoriais representativas. Registra-se, a partir da análise dos dados, uma forte correspondência entre os resultados apurados em ambos os métodos, ou seja, ambos os planos de análise apresentaram a mesma tendência acerca da postura dos agentes, o que valida, de certa forma, o modelo quantitativo proposto. Os resultados globais do trabalho demonstram ainda que um maior nível de contratualização formal, juntamente com uma maior complexidade contratual, associa-se com maior ocorrência de comportamentos oportunistas por parte dos agentes – resultado este já sugerido pela literatura, embora com escassos modelos analíticos. Nesta perspectiva, outras contribuições de ordem teórica foram possíveis, sobretudo quando o referido pressuposto comportamental foi cotejado com atributos próprios da transação. Em linhas gerais, os acordos examinados revelaram a existência de uma importante co-especificidade de avaliação e de prova em ativos, propriedade esta que está diretamente vinculada à ocorrência de oportunismo via informação assimétrica. Este achado contribui para uma análise mais realista daquelas atividades agroindustriais, além de expandir o conceito de ativos específicos. Por fim, uma especial dimensão relativa aos problemas de informação assimétrica em contratos foi detectada. A proposição decorrente sustenta-se na noção de revelação e validação da informação por parte dos agentes, questão esta que representa uma nova e importante dimensão estrutural existente para aqueles contratos.
This thesis examines agroindustrial contracts selected for the State of Rio Grande do Sul. From the williamsoniano concept of efficient governance, we seek to understand and measure how the opportunistic behaviour of agents is manifested on those governance structures, whereas the principle of contractual incompleteness. To do so, uses mixed methods analysis combining quantitative approach of fuzzy logic, with the qualitative contribution of parallel studies. The behavioral assumption of opportunism, of New Institutional Economics, is parsed for contracts of rice, fumicultura and pig farming. Purpose – and a priori, the contracts are considered, respectively, as classics, and bilateral, neoclassical which corresponds to the contractual typology defined by Oliver Williamson from the relational theory of Ian MacNeil. When considering that each contractual model presents structural conditions and separate themselves from the others, the comparative analysis of the occurrence of opportunistic postures passes the import. Thus, the agro-industrial activities are analysed in terms of conformity with the theoretical models, using, for this, controllers or appropriate markers each governance structure. The fuzzy model developed for the measurement of the phenomenon consists of three categories of analysis: (a) the level of confidence that the agents have on the contractual counterpart (b) references that have next to their peers and (c) the importance we attach to the adoption of contractual safeguards. The qualitative analysis of each case contains, in addition to the interviews with the agents, processes, documentary research and observation visits to sectoral representative entities. Registers, from the analysis of the data, a strong correspondence between the results calculated in both methods, i.e. both plans showed the same tendency analysis on the attitude of the agents that validates, in some ways, the proposed model. The overall results of the work demonstrate a higher level of formal contracts, along with a greater complexity of contract, associated with a higher occurrence of opportunistic behaviour on the part of the agents – this result suggested by literature, although with few analytical models. In this perspective, other order theoretical contributions were possible, especially when the behavioral assumption was cotejado with own attributes of the transaction. In General, the agreements examined revealed the existence of an important evaluation and evidence co-especificidade in assets, property is directly linked to the occurrence of opportunism via asymmetric information. This finding contributes to a more realistic analysis of those agro-industrial activities, as well as expand the concept of specific assets. Finally, a particular dimension concerning problems of asymmetric information in contracts was determined. The resulting proposition is supported in the notion of revelation and validation of the information by the agents, which represents a new and important dimension existing in those structural contracts.