Fatores críticos de sucesso para incubadoras: uma análise de incubadoras instaladas no Rio Grande do Sul

O ambiente competitivo internacional em que estão imersas as atividades produtivas está baseado na capacitação tecnológica, na inovação, na flexibilidade e nas mudanças constantes e aceleradas. Tal cenário exige mudanças nas estratégias dos agentes econômicos e um aumento na participação do Estado n...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Rizzatti, Émerson Oliveira lattes
Orientador/a: Hoff, Debora Nayar lattes
Banca: Viana, João Garibaldi Almeida lattes, Costa, Aléssio Almada da lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Federal do Pampa
Programa: Mestrado Acadêmico em Administração
Department: Campus Santana do Livramento
Assuntos em Portugês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://dspace.unipampa.edu.br:8080/jspui/handle/riu/2964
Citação:RIZZATTI, Émerson Oliveira. Fatores críticos de sucesso para incubadoras: uma análise de incubadoras instaladas no Rio Grande do Sul. Dissertação apresentada ao Metrado Acadêmico em Administração da Unipampa. Santana do Livramento: Unipampa, 2018.
Resumo Português:O ambiente competitivo internacional em que estão imersas as atividades produtivas está baseado na capacitação tecnológica, na inovação, na flexibilidade e nas mudanças constantes e aceleradas. Tal cenário exige mudanças nas estratégias dos agentes econômicos e um aumento na participação do Estado no apoio aos sistemas produtivos regionais visando sua inovação e o seu desenvolvimento sustentável. Por isso, muitos governos investem na criação e manutenção de incubadoras de empresas, buscando fomentar o empreendedorismo, dar suporte aos empreendedores nos anos inicias do negócio e incentivar o desenvolvimento tecnológico de regiões ao redor do mundo. No entanto, o êxito das incubadoras e das empresas nelas incubadas é inter-relacionado e influenciado por diversos fatores, com dimensões internas e externas, estáticas e dinâmicas, táticas e estratégicas, organizacionais e técnicas, que influenciam diretamente na gestão e que garantem a sustentabilidade das organizações. O presente estudo, de caráter exploratório-descritivo, objetivou investigar a influência dos Fatores Críticos de Sucesso (FCS) no desempenho de incubadoras de empresas do Estado do Rio Grande do Sul. Após a revisão da literatura, foram identificados 33 FCS para as incubadoras. Esses FCS foram transcritos como perguntas no instrumento de coleta de dados para a entrevista com os 19 gestores de incubadoras de empresas em funcionamento no Estado. Na entrevista, além de identificar a percepção dos gestores com relação ao nível de prática de cada um dos FCS, também foram questionados os valores de 5 indicadores de desempenho das incubadoras para os anos de 2012 a 2016. Visando alcançar o objetivo específico de analisar a influência dos Fatores Críticos de Sucesso mais praticados sobre o desempenho de incubadoras de empresas do Rio Grande do Sul, foi aplicada como técnica o cálculo do coeficiente de correlação de Pearson para cada FCS em comparação com os 5 indicadores de desempenho. Após a realização das quarenta análises, não foi encontrada nenhuma correlação com valor significativo, o que indica que não é possível afirmar, que as oito categorias de Fatores Críticos de Sucesso exerçam influência sobre os cinco indicadores de desempenho das incubadoras estudadas. Esse fato pode ser explicado pelo pouco tempo de existência das incubadoras, pois 37% delas tinham quatro anos ou menos de atividades na data desta pesquisa, ou seja, essas incubadoras tiveram pouco tempo de colocar em prática muitos dos FCS aqui questionados, já que, de acordo com Dornelas (2002) o tempo médio de duração do ciclo de uma empresa dentro de uma incubadora é de 2 a 4 anos. Por outro lado, pode-se dizer que, de modo geral, o desenvolvimento dos FCS das incubadoras gaúchas é ainda inicial, pois poucas se avaliaram como tendo processos bem implementados e maduros dentre aqueles que foram avaliados. Mesmo assim, a questão de pesquisa foi respondida e os resultados apontam que três categorias de FCS apresentaram os maiores níveis de prática nas cinco incubadoras com as maiores médias nos indicadores de desempenho, sendo eles: Localização, Pré-Incubação e Graduação.
The international competitive environment in which productive activities are embedded is based on technological empowerment, innovation, flexibility and constant and accelerated change. Such scenario requires changes in the strategies of the economic agents and an increase in the participation of the State in the support to the regional productive systems aiming its innovation and its sustainable development. Therefore, many governments invest in the creation and maintenance of business incubators, seeking to foster entrepreneurship, support entrepreneurs in the early years of the business and encourage the technological development of regions around the world. However, the success of business incubators and incubated companies is interrelated and influenced by a number of factors, with internal and external dimensions, static and dynamic, tactical and strategic, organizational and technical, that directly influence management and ensure sustainability of organizations. This exploratory-descriptive study aimed to investigate the influence of Critical Success Factors (CSFs) on the performance of business incubators in the State of Rio Grande do Sul. After reviewing the literature, 33 CSFs were identified for the business incubators. These CSFs were transcribed as questions in the data collection instrument for the interview with the 19 incubator managers that are operating in the State. In the interview, in addition to identifying the managers' perception regarding the level of practice of each of the CSF, the values of 5 performance indicators of the incubators for the years 2012 to 2016 were also questioned. Aiming at reaching the specific objective of analyzing the influence of the most practiced CSFs on the performance of business incubators in Rio Grande do Sul, the Pearson’s correlation coefficient calculation for each CSF was applied as a technique in comparison with the 5 performance indicators. After the forty analyzes, no correlation with significant value was found, which indicates that it is not possible to affirm that the eight categories of Critical Success Factors influence the five performance indicators of the incubators studied. This fact can be explained by the short time of existence of the business incubators, since 37% of them had four years or less of activities at the time of this research, ie, these incubators had little time to put into practice many of the CSFs questioned here, according to Dornelas (2002) the average time of the cycle of a company within an incubator is 2 to 4 years. On the other hand, it can be said that, in general, the development of the CSFs of the incubators in the State of Rio Grande do Sul is still an initial one, as few have been evaluated as having well-implemented and mature processes among those that were evaluated. Even so, the research question was answered and the results show that three categories of CSFs presented the highest levels of practice in the five incubators with the highest averages in the performance indicators, being: Location, Pre-Incubation and Graduation.