Televisão e socialização: a expressão da violência no espaço doméstico

Busca-se, em termos gerais, a discussão de como a violência perpassa e intervém na programação de um meio de comunicação em específico: a televisão. Para tal proposta, o caminho seguido passa, necessariamente, pela delimitação conceitual- a mais ampla possível - do termo violência. Tal amplitude do...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2006
Main Author: Dantas, Alexandre [UNESP]
Orientador/a: Whitaker, Dulce Consuelo Andreatta [UNESP]
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/106275
Citação:DANTAS, Alexandre. Televisão e socialização: a expressão da violência no espaço doméstico. 2006. 222 f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2006.
Resumo Português:Busca-se, em termos gerais, a discussão de como a violência perpassa e intervém na programação de um meio de comunicação em específico: a televisão. Para tal proposta, o caminho seguido passa, necessariamente, pela delimitação conceitual- a mais ampla possível - do termo violência. Tal amplitude do conceito obriga a sua relação com o fenômeno da Globalização bem como com as questões ideológicas presentes em tal fenômeno. Visto que a idéia geral da Tese mostra a necessidade da relação entre violência e televisão, esta última merece especial destaque, seja enquanto um elemento fundamental conformador da mídia, seja enquanto sua construção e constituição como um meio de comunicação essencial no Brasil, principalmente a partir dos anos 1970, seja enquanto um indispensável instrumento ideológico. Exatamente por esse último fator, deve-se, em primeiro lugar, diferenciar os conceitos entre violência e criminalidade para, posteriormente, se entender que tal equação se constitui em um consenso forjado, e que, por isso, entre outras coisas, sua compreensão e aceitação favorecem a divulgação da chamada dramatização da violência, mediante a qual a televisão estimula os medos da sociedade, propagandeando uma violência, por vezes distorcida, em grau exacerbado. Além disso, para reforçar ainda mais a relação contida entre violência e televisão, há, nesta Tese, a investigação do conteúdo da programação televisiva brasileira em um período específico, o que demonstra resultados, por vezes, surpreendentes e alarmantes. Condição que se agrava a partir do instante em que se analisa, mediante um outro conjunto de dados, o tempo que, por exemplo, as crianças, em uma situação específica, disponibilizam seu tempo livre em frente à televisão.
Resumo inglês:In general terms, one searches for the discussion of how violence passes by and intervenes in the programming of a specific means of communication television. For such proposal, the followed path necessarily goes through the conceptual delimitation - as wide as possible - of the term violence. Ssuch broad concept obliges its relationship with the globalization phenomenon as well as the ideological issues present in such phenomenon. Since the general idea of the thesis points out the necessity of the relationship between violence and television, this last one deserves special prominence, as a conformist fundamental element of the media, as its construction and constitution of an essencial means of communication in Brazil, specially from the1970þs onwards, as an indispensable ideological tool. Exactly due to this last factor, the concepts between violence and criminality should be diferenciated in the first place, so that, subsequently, one can understand that such equation constitutes a forged consensus, and, because of that, among other things, its comprehension and acceptance favor the propagation of what is called, the dramatization of violence, through which television stimulates societyþs fears, spreading violence, which is many times exaggeratedly distorted. Furthermore, to reinforce even more the relationship between violence and television, this thesis contains the investigation of the brazilian television programming content in a specific period, what shows surprising and alarming results many times. Such condition becomes worse from the moment one analyzes through another set of data, e.g. the time children spend in front of the television in their spare time, in a specific situation.