A trajetória de docentes no novo mundo do trabalho: resgatando algumas identidades

A associação de professores em uma cooperativa de prestação de serviços é algo original e resulta das transformações pelas quais tem passado o mundo do trabalho. Conhecer como se deu esta trajetória foi o objetivo da pesquisa. É amplamente sabido que o processo de globalização está definitivamente i...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2003
Main Author: Sousa, Vera Luisa de [UNESP]
Orientador/a: Gomes, Alberto Albuquerque [UNESP]
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/90203
Citação:SOUSA, Vera Luisa de. A trajetória de docentes no novo mundo do trabalho: resgatando algumas identidades. 2003. 122 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, 2003.
Resumo Português:A associação de professores em uma cooperativa de prestação de serviços é algo original e resulta das transformações pelas quais tem passado o mundo do trabalho. Conhecer como se deu esta trajetória foi o objetivo da pesquisa. É amplamente sabido que o processo de globalização está definitivamente instalado e peremptoriamente comprometido com a reestruturação do mundo do trabalho, implicando em novas formas de organização, execução e valorização do trabalho. O grupo pesquisado, pela especificidade de sua condição — cooperado —, permitiu uma reflexão bastante significativa sobre a interface existente entre a globalização e o desenraizamento do professor/trabalhador. A conclusão, possível e provisória, aponta a insatisfação e o alheamento como sintomas das mudanças sobre o plano da subjetividade do professor/trabalhador. Desencadeando, por um lado, a sensação de desenraizamento da categoria profissional e da cultura local e, por outro lado, uma forte disposição para enfrentar as mudanças construindo uma identidade profissional, enraizando-se.
Resumo inglês:The association of teachers into a service cooperative is something peculiar and it results from work in a globalized world. The main purpose of my research was to understand how this process is happening. It’s widely known that globalization course is definitely settled and it’s deeply engaged to the reestructuring of the working world, bringing new organization, execution and work valorization patterns. The researched group, who had a unique condition — was part of a cooperative system —, permitted a very significant analysis about the interactivity between globalization and teacher/worker linkless. The provisory possible outcome indicates a displeasure sensation and an absent behaviour as a symptom of the changes on the teacher/worker level of subjectivity. It breaks out, on one hand into, a professional class and local culture linkless feeling but, on the other hand, it starts a powerful disposition to face up the changes building a rooted professional identity.