Modelos organizacionais e a modernidade radicalizada periférica

Essa dissertação tem como objetivo estudar o mundo organizacional perante as mudanças ocorridas no cenário político, econômico e cultural ocasionadas pela globalização e pela radicalização da modernidade. Partimos da hipótese de que as organizações mudam para se adaptar a esse novo contexto, buscand...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Peres, Mariana Sacconi [UNESP]
Orientador/a: Martelli, Carla Gandini Giani [UNESP]
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/138044
Resumo Português:Essa dissertação tem como objetivo estudar o mundo organizacional perante as mudanças ocorridas no cenário político, econômico e cultural ocasionadas pela globalização e pela radicalização da modernidade. Partimos da hipótese de que as organizações mudam para se adaptar a esse novo contexto, buscando novas estratégias (estruturais e gerenciais) e novos referenciais. Diante desse cenário, temos como objetivos principais verificar o cenário do tempo atual, que chamaremos de modernidade radicalizada que circunda as organizações e compreender por que as organizações mudam e como elas se reformulam perante as transformações do mundo contemporâneo. Para isso alguns modelos organizacionais e mudanças ocorridas no mundo do trabalho serão analisados, procurando demonstrar as rupturas geradas nos modelos organizacionais tradicionais (burocrático, taylorista-fordista) ocasionadas pelas novas formas de estruturação do capitalismo e da globalização que exigem flexibilidade, velocidade e abertura a mudanças. A partir do referencial bibliográfico utilizado, testaremos a hipótese dessa pesquisa num estudo de caso que analisará a Embraer e o seu Programa de Excelência Empresarial Embraer, mais conhecido como P3E para verificar como os conceitos e noções de modernidade radicalizada, globalização, acirramento da concorrência e mercado são abordados no discurso da empresa.
Resumo inglês:This thesis aims to study the organizational world before the changes in the political, economic and cultural scene caused by globalization and radicalization of modernity. Our hypothesis is that organizations change to adapt themselves to this new context, seeking new strategies (structural and management) and new references. Given this scenario, we have as main objectives verify the current time, that we'll call radicalized modernity, that surrounds organizations and understand why organizations change and how they reshape before the transformations of the contemporary world. For that some organizational models and changes in the labor market will be analyzed, trying to demonstrate the disruptions generated by traditional organizational models (bureaucratic, Taylor-Ford) caused by new forms of development of capitalism and globalization that require flexibility, speed and openness to changes. From the bibliographic reference used, we’ll test the hypothesis of this research through a case study that will analyze Embraer and its Embraer Enterprise Excellence Program, better known as P3E, to see how the concepts and radicalized notions of modernity, globalization, increased competition and market are discussed in the company's speech.