Avaliação da atividade tripanocida do ácido gálico e seus ésteres contra formas epimastigotas de Trypanosoma cruzi: Rogério Andréo. -

A tripanosomíase americana ou doença de Chagas é uma doença parasitária causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi. Atualmente a doença é considerada negligenciada devido à falta de investimentos para obtenção de fármacos capazes de tratar e curar a doença com menos efeitos colaterais do que o benzo...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Andréo, Rogério [UNESP]
Orientador/a: Cicarelli, Regina Maria Barreto [UNESP]
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/88052
Citação:ANDRÉO, Rogério. Avaliação da atividade tripanocida do ácido gálico e seus ésteres contra formas epimastigotas de Trypanosoma cruzi: Rogério Andréo. -. 2011. 89 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Química, 2011.
Resumo Português:A tripanosomíase americana ou doença de Chagas é uma doença parasitária causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi. Atualmente a doença é considerada negligenciada devido à falta de investimentos para obtenção de fármacos capazes de tratar e curar a doença com menos efeitos colaterais do que o benzonidazol, utilizado até o momento. Desta forma, a busca por novos agentes terapêuticos contra a doença de Chagas é uma estratégia importante para eliminar ou, pelo menos, diminuir a incidência desta doença debilitante e que afeta aproximadamente 10 milhões de pessoas na América Latina. Neste trabalho foi avaliada a atividade tripanocida do ácido gálico e seus ésteres semi-sintéticos contra formas epimastigotas de Trypanosoma cruzi, assim como a citotoxicidade sobre células de mamíferos (HepG2). Informações adicionais foram obtidas sobre o perfil de produção de citocinas por macrófagos murinos não infectados e tratados com os galatos; também realizou-se o estudo do efeito apoptótico destas substâncias em formas epimastigotas de T. cruzi. Os resultados obtidos foram bastante interessantes e animadores, uma vez que, alguns ésteres de ácido gálico apresentaram atividade tripanocida maior do que aquela observada com benzonidazol e baixa citotoxicidade em células de mamíferos. Além disso, a avaliação do perfil de produção de citocinas, induzido pelas substâncias mostrou resposta favorável à resistência do hospedeiro contra a doença de Chagas. Nos experimentos realizados para avaliar a atividade apoptótica das substâncias em T. cruzi, aquelas que tiveram maior atividade tripanocida apresentaram baixa taxa de apoptose, o que sugere um mecanismo de ação mais relacionado com a característica surfactante destas substâncias; por outro lado, as que apresentaram menor atividade tripanocida, e provocaram apoptose, podem estar atuando como inibidoras da biossíntese de ergosterol
Resumo inglês:The American trypanosomiasis or Chagas disease is a parasitic disease caused by Trypanosoma cruzi protozoan. Currently, it is a neglected disease due to the lack of investments in order to obtain drugs able to treat and cure the disease with fewer side effects than benzonidazole, used until now. Thus, the search for new therapeutic agents against Chagas disease is an important strategy to eliminate or at least reduce the incidence of this debilitating disease that affects approximately 10 million people in Latin America. In this study were evaluated the trypanocidal activity of gallic acid and its semi synthetic esters against epimastigotes forms of Trypanosoma cruzi, as well as, the citotoxicity on mammalian cells (HepG2). Additional information was obtained about the profile of cytokine production by murine macrophages uninfected treated with gallates; also it was studied the apoptotic effect of these substances in epimastigotes forms of T. cruzi. The results obtained were very interesting and encouraging since some esters of gallic acid showed trypanocidal activity greater than that observed with benzonidazole and low citotoxicity in mammalian cells. Moreover, the evaluation of the profile of cytokine production induced by the substances showed a favorable response to the host resistance against Chagas disease. In the experiments performed to evaluate apoptosis activity of the substances in T. cruzi, those who had greater trypanocidal activity, presented a low apoptosis rate, which suggests a mechanism of action based on the surfactant feature of these substances; by the other hand, the substances that showed low trypanocidal activity and caused apoptosis, can act as inhibitors of the ergosterol biosynthesis