O processo de liderança na perspectiva de enfermeiros da estratégia de saúde da família de Botucatu: uma pesquisa-ação

INTRODUÇÃO: O Programa de Saúde da Família surgiu em março de 1994, sendo apresentado como a alternativa para a reorganização da oferta de serviços de saúde vigente. Com o advento da Estratégia de Saúde da Família, é de suma importância que se defina um modelo de gerência para esta área, destacando-...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Oliveira, Cristiane de [UNESP]
Orientador/a: Spiri, Wilza Carla [UNESP]
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/137842
Resumo Português:INTRODUÇÃO: O Programa de Saúde da Família surgiu em março de 1994, sendo apresentado como a alternativa para a reorganização da oferta de serviços de saúde vigente. Com o advento da Estratégia de Saúde da Família, é de suma importância que se defina um modelo de gerência para esta área, destacando-se a Enfermagem. Assim, a Liderança dos Enfermeiros, nesse modelo gerencial, é fundamental. Nessa nova tendência, as organizações de saúde são chamadas a ancorar-se na Liderança Transformacional, por ser considerada o paradigma da mudança pós-moderna. OBJETIVOS: - Compreender o Processo de Liderança de Enfermeiros atuantes nas Unidades de Saúde da Família de Botucatu e; - Construir, coletivamente, uma agenda de encontros para discussão, reflexão e avaliação desse processo no cotidiano de trabalho. MÉTODO: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, na vertente da Pesquisa-Ação. O cenário de pesquisa foram as Unidades de Saúde da Família de Botucatu, sendo os participantes os Enfermeiros Gerentes destas. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais. Após a análise dos dados e validação dessa análise pelos participantes, foi realizado, coletivamente, o planejamento da intervenção do Processo de Liderança na realidade dos participantes. Foram agendados encontros para avaliação da intervenção e reflexão da ação. A análise de conteúdo foi utilizada para analisar as entrevistas individuais. Já os encontros para intervenção do Processo de Liderança na realidade dos participantes, foram analisados considerando o diagrama proposto para a pesquisa ação: Planejamento, Desenvolvimento, Descrição e Avaliação. O produto gerado pela pesquisa foi o próprio estabelecimento de Intervenção Educativa, conforme proposto pelos participantes, sobre Liderança Transformacional e um processo de avaliação dessa intervenção. RESULTADOS: Os participantes para as entrevistas consistiram de 15 Enfermeiros Gerentes, um do sexo masculino e 14 do sexo feminino. Inicialmente, as entrevistas foram analisadas, individualmente, conforme modelo de análise de Graneheim e Lundman, com o emergir de diversos temas e subtemas, os quais foram reorganizados em três temas, a saber: - O Processo de Liderança na perspectiva do Líder, - Desafios do Processo de Liderança e - Processo Educativo da Liderança. Nos Encontros da Intervenção Educativa, tivemos a participação de 13 dos 15 Enfermeiros Gerentes e ficou nítida a necessidade de espaço que estes têm de se colocar, dividir dificuldades, compartilhar experiências e vivências, aprender com o outro, o que, inclusive, foi sugerido aos participantes pelas pesquisadoras. CONSIDERAÇÕES FINAIS: É notório que o Processo de Liderança é um desafio diário aos Enfermeiros e que há a necessidade de um maior investimento no ensino na graduação. Além disso, há uma sobrecarga de atribuições ao Enfermeiro, o que, por vezes, pode levá-lo à desmotivação e estagnação. Desta forma, é necessário que se apoie as Equipes de Saúde da Família frente às dificuldades vivenciadas em suas rotinas de trabalho para promover, conjuntamente, transformações no Processo de Trabalho, principalmente no tocante da Liderança, objeto desta pesquisa e, assim, fazer com que o Enfermeiro sinta-se respaldado, acolhido e isso possa trazer-lhe motivação e prazer no desenvolvimento de seu trabalho, o que, com certeza, trará benefícios à equipe de trabalho e à qualidade da assistência prestada ao usuário.
Resumo inglês:INTRODUCTION: The Family Health Program started in march 1994, being presented as the alternative to reorganize the provision of effective health services. With the advent of the Family Health Strategy, it is of paramount importance to define a management model for this area, by highlighting Nursing. Thus, the Nurses Leadership, in this management model, is fundamental. In this new trend, healthcare organizations are called to embark upon Transformational Leadership, as it is considered the paradigm of postmodern changes. OBJECTIVES: - To understand the Leadership Process of active Nurses in Botucatu’s Family Health units and; - Collectively build a schedule for meetings to discuss, reflect and evaluate this process in the daily work. METHOD: This is a qualitative research in Action Research. The research scenario was Botucatu’s Family Health Units, with Nurse Manager participants. Data were collected through individual interviews. After analyzing the data and validation of that analysis by the participants, it was collectively conducted the planning of the intervention in the Leadership Process in the participants’s reality. Meetings were scheduled for evaluation of the intervention and reflection of the action. The content analysis was used to analyze the individual interviews. As for the meetings for support of the Leadership Process in the participants’s reality, we analyzed considering the proposed diagram for action research: Planning, Development, Description and Evaluation. The product generated by the survey was the very establishment of Educational Intervention, as proposed by the participants on Transformational Leadership and a process evaluation of the intervention. RESULTS: Participants for interviews consisted of 15 nurse managers, one male and 14 female. Initially, the interviews were analyzed individually as in Graneheim and Lundman’s analysis model and, with the emergence of various themes and sub-themes, which were then reorganized into three themes, namely: - The Leadership Process in Leader perspective, - Challenges Leadership Process and - Educational Process of Leadership. In Meetings of Educational Intervention, there was the participation of 13 of the 15 nurse managers and it became clear the need for space to be taken, share difficulties, share experiences and experiences, learn from each other, which has even been suggested to the participants by the researchers. CONCLUSION: It is clear that the Leadership Process is a daily challenge to nurses and that there is a need for greater investment in education graduation. In addition, there is an overload of responsibilities to the Nurse, which sometimes can lead to demotivation and stagnation. Thus, it is necessary to support the teams of Family Health in the face of difficulties experienced in their work routines to promote transformations in the work process, especially in terms of Leadership, the subject of this research and thus make the Nurse feel supported, accepted and bringing them pleasure and motivation to develop their work, which, of course, will benefit the workforce and the quality of care provided to the user.