Perfil socioeconômico e trajetória escolar de alunos de licenciatura em Ciências Biológicas e Matemática da Unesp de São José do Rio Preto

A pesquisa teve como objetivo identificar o perfil socioeconômico e a trajetória escolar dos alunos dos cursos de licenciatura em Ciências Biológicas e de Matemática da UNESP/São José do Rio Preto. Para a construção dos procedimentos metodológicos, recorreu-se a estudos que, além de discutirem a for...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Pizoni, Fernando [UNESP]
Orientador/a: Torres, Júlio César [UNESP]
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Assuntos em Português:
Online Access:http://hdl.handle.net/11449/110483
Citação:PIZONI, Fernando. Perfil socioeconômico e trajetória escolar de alunos de licenciatura em Ciências Biológicas e Matemática da Unesp de São José do Rio Preto. 2014. 139 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2014.
Resumo Português:A pesquisa teve como objetivo identificar o perfil socioeconômico e a trajetória escolar dos alunos dos cursos de licenciatura em Ciências Biológicas e de Matemática da UNESP/São José do Rio Preto. Para a construção dos procedimentos metodológicos, recorreu-se a estudos que, além de discutirem a formação inicial de professores no Brasil, desenvolveram investigações acerca da realidade dos cursos de graduação em outras Instituições de Ensino Superior: Almeida Neto (2007), Braga (1997), Da Ros (2001), Mazzetto (2002) e Melo (2007). Como resultado preliminar de nossa investigação, no intuito de se construírem indicadores que pudessem retratar o perfil dos ingressantes dos referidos cursos de graduação que mais pudessem interferir na trajetória escolar dos mesmos e nas taxas de conclusão e/ou evasão do curso, chegou-se nas seguintes variáveis: a) recorte de alunos por gênero; b) idade quando do ingresso; c) estado civil dos ingressantes; d) modalidade de ensino médio cursado; e) tipo de estabelecimento cursado pelos ingressantes – público ou privado; f) ano de conclusão do ensino médio antes do ingresso na universidade; g) turno em que cursou o ensino médio); h) percentual dos ingressantes que frequentaram cursinho pré-vestibular; i) nível de instrução do pai dos ingressantes; j) nível de instrução da mãe dos ingressantes; k) renda mensal da família dos ingressantes e l) ingressantes por cor/raça. Parte da literatura estudada aponta serem essas as variáveis que mais interferem nas condições de permanência, evasão ou conclusão do curso de graduação no tempo esperado, além de poderem indicar o alto ou o baixo prestígio social dos cursos de graduação. Nossos resultados indicam que, no contexto dos cursos aqui analisados, tanto o perfil socioeconômico dos alunos de licenciatura em Ciências Biológicas, como os indicadores de trajetória escolar, apresentam-se em condições mais...
Resumo inglês:This research aimed to identify the socio-economic profile and the school trajectory of the Biological Sciences and Mathematics students at UNESP University in São José do Rio Preto. For the construction of the methodological procedures, it were used studies that discussed the teachers initial formation in Brazil as well as investigations about the reality of the undergraduate courses in other institutions of higher education: Almeida Neto (2007), Braga (1997), Da Ros (2001), Mazzetto (2002) e Melo (2007). As a result of our preliminary investigation, in order to construct indicators that could depict the profile of these freshmen, in these undergraduate courses that could interfere in their school trajectory and the conclusion rates and/or course evasion, we reached the following variables: : the clipping of pupils by gender; b) age when their entrance; (c) race/etny; d) type of basic education school the students attended – whether public or private; e) composition of family income; f) parental education degree; g) marital status of freshmen; h) shift where he/she attended high school; i)kind of high school attended; j) year of conclusion of secondary education, before entrance into the University; k) percentage of freshmen who attended pre university course. Part of the literature studied points that these are the variables that affect the conditions of permanence, evasion or conclusion of the undergraduate program at the expected time, besides being able to indicate the high or the low social prestige of the undergraduate courses. Our partial results indicated that, in the context of courses reviewed here, both the socio-economic profile of the students of Bachelor's degree in biological sciences, and the indicators of school career, in more favorable conditions, suggesting that better socioeconomic conditions, bring differentiated educational opportunities, which could be evidenced...