Evasão no curso de graduação em administração na modalidade a distância: um estudo de caso.

A presente dissertação é resultado de pesquisa desenvolvida no Programa de Mestrado em Educação da Universidade do Oeste Paulista, na linha de pesquisa Formação e Prática Pedagógica do Profissional Docente. Considerando que a evasão é um dos temas que preocupa as Instituições de Ensino Superior, jus...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Martins, Carolina Zavadzki lattes
Orientador/a: Gebran, Raimunda Abou lattes
Banca: Ruiz, Adriano Rodrigues lattes, Vidotti, Silvana Aparecida Borsetti Gregorio lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade do Oeste Paulista
Programa: Mestrado em Educação
Department: Ciências Humanas
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bdtd.unoeste.br:8080/tede/handle/tede/153
Citação:MARTINS, Carolina Zavadzki. Evasion in the undergraduate course in management in the distance: a case study. 2013. 105 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2013.
Resumo Português:A presente dissertação é resultado de pesquisa desenvolvida no Programa de Mestrado em Educação da Universidade do Oeste Paulista, na linha de pesquisa Formação e Prática Pedagógica do Profissional Docente. Considerando que a evasão é um dos temas que preocupa as Instituições de Ensino Superior, justificou-se a necessidade desta pesquisa, cujo objetivo foi analisar as causas da evasão dos acadêmicos do curso de graduação em Administração na modalidade a distância de uma Instituição de Ensino Superior do Noroeste do Paraná. Para atingir esse objetivo, realizou-se um estudo de caso de natureza quanti-qualitativa. O instrumento para a coleta de dados constituiu-se de questionário com questões abertas e fechadas, aplicado aos tutores do curso de Administração na modalidade a distância. Algumas destas questões foram desenvolvidas utilizando-se a escala Likert. Os dados foram trabalhados tendo como parâmetro o referencial teórico levantado especificamente para este estudo. Para a análise quantitativa, recorreu-se a planilhas eletrônicas com apoio da estatística descritiva paramétrica. Na análise qualitativa, os dados foram trabalhados por meio da análise de conteúdo, com base nas respostas emitidas pelos sujeitos da pesquisa. Os resultados indicaram que os discentes que mais evadiram no curso de Administração na modalidade a distância eram, em sua maioria, do gênero feminino. No que se refere ao estado civil dos evadidos, percebeu-se que a maioria era de solteiros, contudo não se pode desconsiderar um elevado número de casados que desistiram do curso. Os dados revelaram que mais de 70% dos evadidos idade entre 18 e 33 anos e em sua maioria residem no Estado do Paraná, observou-se, ainda, que há maior tendência de evasão no início do curso. Com relação às causas da evasão, na perspectiva dos alunos, verificou-se que esta ocorre com maior frequência por problema financeiro e, em segundo lugar, por falta de tempo. Já na visão dos tutores, os dois principais motivos se referem à adaptação à metodologia e também à questão financeira dos alunos. Quanto aos tutores, além de se investigar as causas da evasão, também se procurou caracterizar este profissional que, segundo a pesquisa, a maioria tem idade entre 28 e 34 anos (43,75%), estão cursando ou já concluíram a especialização e mais de 40% dos pesquisados têm menos de um ano de experiência com a modalidade a distância. Portanto, a pesquisa sugere que a evasão ocorre, basicamente, por três motivos que são os seguintes: financeiro, tempo e adaptação à metodologia.