RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O CASO DO PONTAL DO PARANAPANEMA-SP

A Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos é um desafio para quase todos os municípios brasileiros principalmente no que concerne à necessidade de aprimoramento técnico e a implementação de infraestrutura atrelada à capacitação e à sensibilização da população, também responsável pela gestão da cidade. Ass...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2013
Main Author: Maria, Yeda Ruiz lattes
Orientador/a: Luvizotto, Caroline Kraus lattes
Banca: Marin, Fatima Aparecida Dias Gomes lattes, Takenaka, Edilene Mayumi Murashita lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade do Oeste Paulista
Programa: Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional
Department: Ciências Ambientais
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://bdtd.unoeste.br:8080/tede/handle/tede/482
Citação:MARIA, Yeda Ruiz. URBAN SOLID WASTE AND PUBLIC POLICIES FOR ENVIRONMENTAL EDUCATION: THE CASE OF THE PONTAL OF PARANAPANEMA. 2013. 102 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Universidade do Oeste Paulista, Presidente Prudente, 2013.
Resumo Português:A Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos é um desafio para quase todos os municípios brasileiros principalmente no que concerne à necessidade de aprimoramento técnico e a implementação de infraestrutura atrelada à capacitação e à sensibilização da população, também responsável pela gestão da cidade. Assim sendo, trata-se de uma problemática ambiental que deve ser considerada sob o ponto de vista sanitário, educativo, social, estético, ambiental e econômico. Refletindo sobre o meio ambiente de modo interdisciplinar, percebe-se que duas pessoas não vêm a mesma realidade, nem dois grupos sociais fazem a mesma avaliação do meio ambiente, pois estas diferentes percepções sofrem influências de diversos fatores como a cultura, o sexo, a idade e as experiências com o lugar. Consequentemente, a educação ambiental surge como mola propulsora para a solução dos problemas ambientais, uma vez que só será possível ter um meio ambiente saudável para gerações futuras se a sociedade atual se educar ambientalmente, por meio da construção de valores sociais, conhecimentos, habilidades e atitudes no sentido da sensibilização do cidadão, para torná-lo responsável pela conservação do meio ambiente em que está inserido. Informar e orientar são condições básicas para que haja sustentabilidade. É diante deste contexto que foi elaborada a pesquisa aqui apresentada. O objetivo geral foi refletir sobre as políticas públicas de educação ambiental e de resíduos sólidos urbanos nos municípios integrantes da Unidade de Gerenciamento Hídrico do Pontal do Paranapanema (UGRHI-22). Especificamente pretendeu-se compreender o que são resíduos sólidos urbanos e o que são as políticas públicas de educação ambiental; discutir as ações municipais frente à problemática ambiental do resíduo sólido urbano, a partir de uma pesquisa nos websites oficiais dos respectivos municípios e apontar alternativas para políticas públicas ambientais e propostas de ações educativas de caráter ambiental com vistas à adequada gestão dos resíduos sólidos urbanos. A investigação baseou-se na abordagem qualitativa de pesquisa, mais especificamente utilizando-se da pesquisa de levantamento bibliográfico e da pesquisa documental disponível nos websites. Os estudos sobre educação ambiental e resíduos sólidos urbanos a partir dos websites oficiais mostram a falta de atenção do Poder Público municipal no quesito sensibilização e informação da comunidade de governa. De modo geral, pode-se afirmar que esta pesquisa propicia reflexões sobre as políticas públicas de educação ambiental e de resíduos sólidos urbanos nos municípios integrantes da Unidade de Gerenciamento Hídrico do Pontal do Paranapanema (UGRHI-22). Os resultados deste estudo favorecem as críticas sobre como o Poder Público municipal tem interpretado e instaurado estas políticas públicas instituídas por órgão estaduais e federais.