Pop art e propaganda: uma relação interdisciplinar

Through an interdisciplinary analysis between art and publicity, this study seeks to establish the relationship amid the propaganda spread in the post-war period in the United States and the Pop Art Movement. Focusing the changes that have occurred in the season with these two issues will prove that...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Lessa, Laís Quintella Malta lattes
Orientador/a: Rizolli, Marcos lattes
Banca: Schaun, Angela lattes, Held, Maria Sílvia Barros de lattes
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Programa: Educação, Arte e História da Cultura
Department: Educação, Arte e História
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2726
Resumo Português:Por meio de uma análise interdisciplinar entre arte e publicidade, o presente estudo busca estabelecer a relação em meio à propaganda veiculada no período do pós-guerra nos Estados Unidos e o Movimento Pop Art. Evidenciar as transformações ocorridas na época com essas duas temáticas irá comprovar que o ocorrido com o Movimento Pop e a publicidade, pode ser estabelecido como uma relação homogênea, na qual símbolos, mitos e ícones populares eram retratados de maneiras similares em trabalhos de artistas e publicitários do período estudado. Esta homogeneidade será revelada por meio de uma análise semiótica entre anúncios publicitários e obras do movimento, no sentido de desenvolver criticamente valores que possam ampliar as possibilidades de atuação dos profissionais da comunicação, assim como permitir o conhecimento e a abordagem do tema, na reflexão de suas criações comprometidas com a conjuntura social e econômica da época.
Resumo inglês:Through an interdisciplinary analysis between art and publicity, this study seeks to establish the relationship amid the propaganda spread in the post-war period in the United States and the Pop Art Movement. Focusing the changes that have occurred in the season with these two issues will prove that what happened with the Movement Pop and advertising, may be established as a homogenous relationship, in which symbols, icons and popular myths were portrayed in ways similar to works by artists and advertising of the period studied. This uniformity will be revealed through a semiotic analysis of advertisements and works of the movement, to develop critical values that might widen the scope of professional actuation of communication, and allow the knowledge and approach the subject, in reflection of their creations committed to the social and economic juncture of the season.