A paisagem e a ruralidade nos distritos de Vila Seca e Criúva : Caxias do Sul, RS, Brasil

Le travail explore les rapports entre le paysage et le développement rural à partir et par le biais de la compréhension de la ruralité contemporaine brésilienne. Le support théorique se base particulièrement sur les propositions d´Augustin Berque, Eugenio Turri, Marcel Mazoyer et Elinor Ostrom. Vila...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2014
Main Author: Ribeiro, Claudia
Orientador/a: Dal Forno, Marlise Amália Reinehr
Co-orientador/a: Miguel, Lovois de Andrade
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/103971
Resumo Português:As possibilidades de relação da paisagem - entendida segundo a teorização principalmente desenvolvida por Augustin Berque, Eugênio Turri, Marcel Mazoyer e Elinor Ostrom - com a multiplicidade de aspectos da ruralidade contemporânea brasileira configuram o tema dessa exploração acadêmica. Vila Seca e Criúva constituem a área empírica de estudo. Pequenas vilas localizadas no estado do Rio Grande do Sul, no extremo sul do Brasil, são distritos rurais da cidade de Caxias do Sul. Compreendidos na região natural dos Campos Gerais do Planalto, integrante do Bioma Mata Atlântica, possuem paisagens nativas remarcáveis e ainda bem conservadas, consistindo em um mosaico de campo nativo e floresta ombrófila mista, com destaque para a presença de Araucaria angustifolia. A região abriga parte da discussão emblemática, mas ainda distante de consenso, sobre o manejo dos campos nativos no Rio Grande do Sul. A agricultura familiar é a atividade produtiva predominante desta área – sendo a pecuária de gado de corte e leite estreitamente associada a esta população – seguida pelo suprimento de água potável para a segunda maior população urbana do Estado. A questão norteadora é se a paisagem - enquanto um processo dinâmico e conectado às atividades agrárias - poderia ser reconhecida por esta população rural como bem de uso comum, e como tanto, passível de um pacto diferenciado por sua conservação. Um primeiro objetivo prospecta a ruralidade, visando apreender a paisagem do lugar. Uma vez caracterizado esse modo de ser rural do empírico, igualmente objetiva-se investigar se a paisagem associada poderia ser entendida como bem de uso comum. A metodologia para tal utilizada é uma abordagem etnográfica, que investiga essa ruralidade sob a ótica da evolução e diferenciação dos sistemas agrários. Nesse âmbito foi realizada observação participante (com apoio de caderno de campo) do ciclo de louvação da Festa do Divino Espírito Santo de Vila Seca, que acontece interligada às mesmas festividades em Criúva. Em paralelo realizou-se estudo comparativo de mapas históricos e imagens de satélite, visando identificar o comportamento do mosaico constituído por campo e floresta ao longo do tempo. Resultados mostram que a ruralidade desses distritos serranos é caracterizada por quatro sistemas agrários: o indígena, o sesmeiro, o colonial e o contemporâneo, em estreita associação à rica vida cultural deste lugar. Conclui-se que a paisagem é reconhecida em boa medida, e que sua trajeção aponta indícios de conservação. Vislumbram-se possibilidades promissoras para o aprofundamento da pesquisa, no sentido de verificar-se das possibilidades de que a agricultura do lugar seja um fator chave de conservação dessa paisagem.
Resumo inglês:The possibilities of the relationship of the landscape with the many aspects of the actual brazilian rurality are the investigation theme. The theoretical propositions of Augustin Berque, Eugenio Turri, Marcel Mazoyer and Elinor Ostrom are mainly followed. The villages of Vila Seca and Criúva, rural districts of the town of Caxias do Sul, at southernmost Brazil, were empirically picked as the study area. The natural region encompassed is that of “Campos Gerais do Planalto”, in the Atlantic Forest Biome. The area presents outstanding, well preserved, native landscapes consisting of a mosaic of grasslands and remarkable pine forests (Araucaria angustifolia) still quite conserved. The region nestles emblematic, however distant from consensus, ongoing discussion on the managing of natural grasslands of Rio Grande do Sul. Family farming is the predominant productive activity, followed by the potable water supply drained from the area into the town of Caxias do Sul, second largest urban population of the state. The main question is if the landscape – as a dynamic process linked to agricultural activities – could be taken by this rural population as a common good, raising willings and considerations of possibilities towards a distinct pact for its conservation. Two objectives were established. The first one of surveying the rural livelihood, aiming to understand the landscape of the place. Next the possibility that the landscape could be understood and taken as a commons resource was investigated. An ethnographic approach was elected to investigate this rurality from the perspective of evolution and differentiation of agrarian systems. Participant observation was carried out (with support of fieldwork notebook) at celebrations cycle of the Holy Spirit feast of Vila Seca, extended to festivities of the same context in Criúva. At the same time comparative studies of historical maps and satellite images were performed aiming to identify the behavior of the past prairie and forest mosaic. The results indicate that the rurality of these hilly districts can be characterized by the existence of four farming systems: the indigenous, the sesmeiro, the colonial and contemporary, closely associated to the local rich cultural life. It is concluded that the landscape is perceived in good measure and that its trajection points to conservation signs. Promising possibilities for further research thus exist in order to verify the chances of the agriculture of the place coming to be a key factor in the conservation of this landscape.