Como jovens de mesma origem social seguem percursos de vida distintos : o caso de Campestre-MG

Esta dissertação objetiva responder à seguinte pergunta: como jovens, nascidos ou criados numa mesma cidade pequena, em condições socioeconômicas relativamente parecidas, com acesso aos mesmos espaços e instituições, seguem percursos de vida distintos? A partir de vinte narrativas biográficas, a aná...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2016
Main Author: Pereira, Ricardo Bernardes
Orientador/a: Monsma, Karl Martin
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/143136
Resumo Português:Esta dissertação objetiva responder à seguinte pergunta: como jovens, nascidos ou criados numa mesma cidade pequena, em condições socioeconômicas relativamente parecidas, com acesso aos mesmos espaços e instituições, seguem percursos de vida distintos? A partir de vinte narrativas biográficas, a análise de dados centrou-se em três eixos. Primeiro, identificou a influência das instituições escolares, policiais, do mercado de trabalho e da emigração sobre os percursos de vida. Segundo, identificou as relações entre os eventos que compõem os percursos de vida. Terceiro, agrupou as narrativas segundo as categorias de bem-sucedidos na escola, trabalhadores disciplinados e jovens infratores a fim de identificar as semelhanças e diferenças dentro de cada grupo e entre cada um deles. O resultado principal é mostrar os efeitos das interações entre instituições, sequências de eventos, contingências, condições iniciais de vida e agência sobre os percursos de vida.
Resumo inglês:This dissertation aims to answer the following question: How do young people, born or raised in the same small town, similar in their socioeconomic status and with access to the same spaces and institutions, follow different life paths? Through twenty biographical narratives, data analyses focused on three aspects. First, it identified the influence of the institutional context. Second, it identified the relations among the events of the sequences. Third, it aggregated the narratives according to three categories – successful students, disciplined workers and delinquents – in order to identify differences and similarities within and between each category. The main result is to show the effects of the interactions among institutions, sequences of events, contingencies, initial life conditions and agency over the life courses.