A influência da tecnologia sobre os acidentes de trabalho : uma investigação empírica

Esta pesquisa situa-se na área de Administração de Recursos Humanos. Focaliza as relações entre tipos de tecnologia definidos pelo seu nível de automação e acidentes do trabalho dentro do contexto organizacional. Verifica se o nível de qualificação mão-de-obra está relacionado com acidentes do traba...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:1989
Main Author: Araújo, Djair Cesário de
Orientador/a: Fracasso, Edi Madalena
Co-orientador/a: Storck, Vera Sueli
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/32842
Resumo Português:Esta pesquisa situa-se na área de Administração de Recursos Humanos. Focaliza as relações entre tipos de tecnologia definidos pelo seu nível de automação e acidentes do trabalho dentro do contexto organizacional. Verifica se o nível de qualificação mão-de-obra está relacionado com acidentes do trabalho. Investiga também se o grau de autonomia do trabalhador e parcelamento de tarefas, tal como percebidos pelo trabalhador, estão associados aos acidentes do trabalho. Por fim, identifica fatores que exercem influência nas ocorrências de acidentes do trabalho e saúde do trabalhador, também segundo a opinião do trabalhador. Para tanto, utilizou-se uma amostra de 36 setores de produção, em 3 empresas do ramo metal-mecânico. Obteve-se uma amostra de 234 trabalhadores acidentados. Ainda, realizou-se aplicação de questionário a 100 trabalhadores dos setores investigados. Os resultados obtidos evidenciaram que no nível automatizado os acidentes de trabalho ocorrem com menor freqüência e são menos graves. E ainda que, quanto à freqüência de acidentes, não há diferença entre os níveis não-automatizados e semi-automatizados Contudo, o nível semi-automatizado apresenta maior gravidade nos acidentes de trabalho. Quanto a variável qualificação da mão-de-obra, ficou evidenciado que os níveis de qualificação não estão relacionados com acidentes do trabalho. Para as variáveis autonomia do trabalhador e parcelamento de tarefas, verificou-se que estas não apresentam diferenças significativas entre empresas ou níveis de automação, onde se pode inferir que estas variáveis não estão associadas a ocorrência de acidentes do trabalho. Por fim, quanto aos fatores que exercem influência nas ocorrências de acidentes do trabalho verificou-se que, segundo a percepção do trabalhador, o fator denominado higiene e segurança do trabalho é o mais significativo. Já em relação aos fatores que exercem influência sobre a saúde do trabalhador, o mais significativo é o fator denominado de condições de insatisfação no trabalho.
Resumo inglês:This study is in the field of Administration of Human Resources, and focuses on the relations between types of technology, defined by the levei of automation, and on-the-job accidents, within the organizational context. The relationship between the levei of laborer's skill and on-the-job accidents was studied. Also it was investigated if the degree of worker autonomy and the division of labor as perceived by the workers were associated with accidents. Lastly, factors which influente in the occurrence in accidents and worker's health were investigated. For the study it was drawn a sample of 36 productions sectors of 3 machine shops and a sample of 234 accidented workers. Also, a sample of 100 workers in the sectors investigated was asked to complete questionnaires. It was found that in automated sectors, accidents were less frequent and less severe. Also, that there was no difference in the frequency of accidents, between non-automated and semi-automated leveis. However, accidents were more severe in the semi-automated level. The levei of the laborer's skill as not related with on-the-job accidents. Worker autonomy and the division of labor were not significantly different between shops or leveis of automation. Consequently one can infers that these variables are not associated with on-the-job accidents. Finally, according to workers opinion, of the factors which influence in the occurrence of on-the-job accidents, "higiene and job-securit", was the most significant As for the factors which influence worker's health, the most significant was -job-satisfaction".