Tendências genéticas das características de produção, conformação e manejo de bovinos Gir leiteiro

Em diferentes programas de melhoramento genético, o acompanhamento do progresso genético é essencial para possibilitar ajustes necessários à sua utilização. No Brasil, além de ser considerada uma das raças mais utilizadas para a produção de fêmeas mestiças leiteiras, a raça Gir Leiteiro lidera a lis...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Carvalho, Nathã Silva de
Orientador/a: Cobuci, Jaime Araújo
Format: Dissertação
Language:por
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://hdl.handle.net/10183/184515
Resumo Português:Em diferentes programas de melhoramento genético, o acompanhamento do progresso genético é essencial para possibilitar ajustes necessários à sua utilização. No Brasil, além de ser considerada uma das raças mais utilizadas para a produção de fêmeas mestiças leiteiras, a raça Gir Leiteiro lidera a lista das raças exportadoras de sêmen. Por conta disso, este estudo objetivou estimar os parâmetros e as tendências genéticas para vinte características de produção, conformação e manejo de animais puros da raça, integrantes do Programa Nacional de Melhoramento do Gir Leiteiro, além das tendências fenotípicas e das tendências genéticas para quatro trajetórias de seleção para produção de leite e de gordura. A metodologia utilizada foi a da Máxima Verossimilhança Restrita em um modelo animal. As tendências genéticas para todas as características foram obtidas via regressão linear das médias dos valores genéticos em função do ano de nascimento dos animais, que em geral, variou de 1935 a 2013. As herdabilidades foram de 0,23 (leite), 0,10 (gordura) e variaram de 0,01 a 0,53 para as características lineares de conformação e manejo. Para produção de leite em 305 dias, houve favorável progresso genético ao longo do tempo, para fêmeas mensuradas (14,04 kg/ano), fêmeas (8,27 kg/ano) e machos (6,12 kg/ano), quanto para as quatro trajetórias de seleção (pais de touros, pais de vacas, mães de touros e mães de vacas). As tendências genéticas para produção de gordura em 305 dias, embora positivas, foram de baixa magnitude. As mudanças genéticas nas características lineares foram em geral, variáveis e inexpressivas, sugerindo que a seleção no Gir Leiteiro tenha sido direcionada essencialmente para maior produção de leite. A provável maior adesão pelos criadores ao uso de reprodutores comprovadamente geneticamente superiores e as melhorias ambientais (nutrição e manejo), possibilitaram incrementos fenotípicos nas produções de leite (55,38 kg/ano) e de gordura (0,91 kg/ano) em bovinos puros da raça Gir Leiteiro no Brasil.
Resumo inglês:In different breeding programs for genetic improvement, the monitoring of genetic progress is essential to allow for the necessary adjustments to its use. In Brazil, besides being considered one of the most used breeds for the production of crossbred dairy females, the Dairy Gir breed leads the list of semen export breeds. The objective of this study was to estimate parameters and genetic trends for nineteen traits of production, conformation and management of purebred animals of the National Breeding Program for Dairy Gir, in addition to the phenotypic trends and genetic trends for four selection trajectories for the milk yield and fat yield productions. The methodology used was that of Restricted Maximum Likelihood in an animal model. The genetic trends for all traits were obtained through linear regression of the means of genetic values according to the year of birth of the animals, which generally varied from 1935 to 2013. The heritabilities were 0.23 (milk), 0.10 (fat) and ranged from 0.01 to 0.53 for the linear conformation and management traits. The milk yield in 305 days presented favorable genetic progression over time for both mensured females (14.04 kg/year), females (8.27 kg/year) and males (6.12 kg/year), and for the four selection trajectories. The genetic trends for fat yield production in 305 days, although positive, were of low magnitude. The genetic changes in the linear characteristics were in general, variable and inexpressive, suggesting that the selection in Dairy Gir has been directed essentially to a greater milk yield. The probable higher adhesion by breeders to the use of genetically superior breeding herds and environmental improvements (nutrition and management), allowed for phenotypic increases in the milk yield (55.38 kg/year) and fat yield (0.91 kg/year) in the Dairy Gir cattle in Brazil.