A disputa do probabilismo na América Colonial sec. XVI-XVIII

Trata-se de um estudo histórico-epistemológico sobre a “Disputa do Probabilismo na América Latina entre os sec. XVI-XVIII”, especialmente no Peru. Este trabalho se enquadra dentro do projeto Scholastica Colonialis, financiado pela Capes. Para a abordagem dessa temática se dividiu essa pesquisa em tr...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2018
Main Author: Casarin, Régis Franco
Orientador/a: Culleton, Alfredo Santiago
Format: Tese
Language:por
Published: Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Department: Escola de Humanidades
Assuntos em Português:
Lei
Assuntos em Inglês:
Law
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7782
Resumo Português:Trata-se de um estudo histórico-epistemológico sobre a “Disputa do Probabilismo na América Latina entre os sec. XVI-XVIII”, especialmente no Peru. Este trabalho se enquadra dentro do projeto Scholastica Colonialis, financiado pela Capes. Para a abordagem dessa temática se dividiu essa pesquisa em três partes. A primeira parte trata sobre três conceitos centrais do probabilismo, a saber: consciência, opinião e lei. A segunda parte, aborda o probabilismo e algumas das suas objeções (probabiliorismo e tuciorismo), na Europa. A terceira parte do estudo, se centra no embate probabilístico na América Latina. Esta parte divide-se em quatro capítulos: primeiro, a chegada e importância do probabilismo na América Latina e especialmente no Vice-reinado do Peru; segundo, apresenta uma comparação entre Iván Machado de Chaves e Diego de Avendaño; terceiro, a disputa entre o probabilismo e o probabiliorismo, presente nas obras “Antorcha Luminosa” e “Idea Sucinta del Probabilismo”; conclui-se com o embate do probabilismo no VI Concílio de Lima, de 1772.
Resumo inglês:It is a historical-epistemological study about the “Probabilism Dispute in Latin America between sec. XVI-XVIII”, especially in Peru. This work is part of the Scholastica Colonialis project, funded by Capes. In order to approach this theme, this research was divided into three parts. The first part deals with three central concepts of probabilism: conscience, opinion and law. The second part deals with probabilism and some of its objections (probabiliorism and tuciorism) in Europe. The third part of the study focuses on the probabilistic clash in Latin America. This part is divided into four chapters: first, the arrival and importance of probabilism in Latin America and especially in the Vice-reign of Peru; second, it presents a comparison between Iván Machado de Chaves and Diego de Avendaño; third, the dispute between probabilism and probabiliorism, present in the works "Antorcha Luminosa" and "Idea Sucinta del Probabilismo"; it concludes with the clash of probabilism in the VI Council of Lima, 1772.