Proposição de um método para concepção da estratégia de produção: uma abordagem a partir do conceito de subunidades estratégicas de negócios

O fenômeno da “nova economia” – combinação da globalização com a velocidade da alta tecnologia – insere no ambiente empresarial um conjunto de complexidades do ponto de vista da gestão. Primeiramente, com o aumento de competidores (aumento da oferta), em função da globalização, e a não correspondênc...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Dupont, André Cardoso
Orientador/a: Antunes Júnior, José Antonio Valle
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Programa: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção e Sistemas
Department: Escola Politécnica
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Áreas de Conhecimento:
Online Access:http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/4080
Resumo Português:O fenômeno da “nova economia” – combinação da globalização com a velocidade da alta tecnologia – insere no ambiente empresarial um conjunto de complexidades do ponto de vista da gestão. Primeiramente, com o aumento de competidores (aumento da oferta), em função da globalização, e a não correspondência de aumento em termos de mercado consumidor (demanda), as organizações tendem a ampliar sua gama de produtos ofertados ao mercado para conseguir aumento de escala de produção. Além disso, com a difusão da informação, propiciada também pela ”nova economia”, as melhores práticas, em termos conceituais, estão acessíveis a todos. A diferença, portanto, entre sistemas produtivos e organizações pode não estar nas práticas e técnicas em si, mas, em como essas são entendidas a partir da concepção de distintas estratégias de produção. O referencial teórico busca apresentar os principais aspectos teóricos acerca da estratégia de produção: i) competitividade; ii) estratégia competitiva; iii) níveis estratégicos; iv) estratégia de produção; v) dimensões competitivas; vi) modelos de concepção de estratégia de produção; vii) Fábricas Focalizadas; e viii) Unidades Estratégicas de Negócios (UENs). Visando a enriquecer os conceitos pesquisados, a pesquisa apresenta proposições teóricas a partir da literatura anteriormente analisada: i) Subunidades Estratégicas de Negócios (SubUENs); ii) comparações entre os conceitos de FFs, UENs e SubUENs; iii) análise de resultados por SubUEN; e iv) aspectos econômicos da estratégia. A partir desde cenário, o presente trabalho propõe um método geral para auxiliar na concepção da estratégia de produção das empresas. No entanto, a partir da percepção do aumento da diversificação das linhas de produtos nas empresas e da decorrente ampliação da complexidade de gestão nas mesmas, percebe-se uma lacuna nos conceitos existentes no âmbito da estratégia de produção e se propõe a adoção do conceito de SubUENs. Assim, a proposta desta pesquisa é desenvolver um método que, com a adoção do conceito de SubUEN, possa contribuir para a construção da estratégia de produção alinhando as dimensões econômico-financeira, mercadológica e produtiva das empresas industriais. O método de pesquisa foi o Design Research, e a etapa empírica do trabalho foi realizada em empresa do setor metal-mecânico, localizada em Caxias do Sul (RS). O método proposto teve como base cinco fontes de informação: i) os conceitos existentes no âmbito da estratégia de produção; ii) proposições teóricas da pesquisa; iii) conhecimento empírico de um grupo de especialistas, que avaliou o método antes de sua aplicação; iv) contribuição dos profissionais da empresa e do próprio pesquisador a partir da aplicação do método; e v) a avaliação do método a partir da aplicação do mesmo em ambiente empresarial. Ao término do estudo, chegou-se a uma proposta final de método que está disponível para novas aplicações.
Resumo inglês:The so-called “new economy” – a combination of globalization with the speed of high technology – enter the business environment a set of complexities in terms of management. First, with the increase of competitors (increasing supply), due to globalization, and the mismatch in terms of increase of consumer market (demand), organizations tend to expand their range of products offered to the market to achieve scale-up production. Moreover, with the dissemination of information, made possible also by the “new economy”, best practices, in conceptual terms, are accessible to all. The difference therefore between systems and organizations may not be in the practices and techniques themselves, but rather in how these are understood from the design of different production strategies. The theoretical framework seeks to present the main theoretical aspects concerning the production strategy: i) competitiveness, ii) competitive strategy, and iii) strategic levels, iv) production strategy; v) competitive dimensions vi) design models of manufacturing strategy; vii) Focused Factories and viii) Strategic Business Units (SBUs). To enrich the concepts surveyed the research presents theoretical propositions from the literature reviewed above: i) Strategic Business SubUnits (SubSUBs), ii) comparisons between the concepts of Focused Factories, SBUs and SubSUBs iii) analysis of results by SubSBU and iv) economic aspects of the strategy. Starting from scenario, this research proposes a general method to assist in designing the production strategy of the enterprises. However, from the perception of increased diversification of product lines within companies and the consequent expansion of the complexity of managing the same, a gap was perceived in the existing concepts in the context of manufacturing strategy and proposes the adoption of the concept of SubSBUs. Thus, the purpose of this research is to develop a method that, by adopting the concept of SubSUBs could contribute to the construction of manufacturing strategy by aligning the economic-financial, marketing and production of industrial companies. The research method was the Design Research, and the stage of empirical research was conducted in a company of the metal-mechanic located in Caxias do Sul (RS). The proposed method was based on five sources of information: i) the existing concepts in the context of manufacturing strategy, ii) theoretical propositions of the research; iii) empirical knowledge of an expert group that evaluated the method before its application; iv) contribution of professionals in the company and the researcher from applying the method and v) the evaluation method from the application of it in a business environment. At the end of the research was a proposal to end the method that is available for new applications.