Parque Natural do Pedroso: uma unidade de conservação em área urbana

Este trabalho é uma análise sobre uma unidade de conservação de proteção integral o Parque Natural Municipal do Pedroso, em Santo André dentro de um contexto urbano. A paisagem do Pedroso é fruto de uma herança de processos econômicos e sociais, que atuaram na formação do território, configurando-o...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2011
Main Author: Ana Paula de Freitas
Orientador/a: Catharina Pinheiro Cordeiro dos Santos Lima
Banca: Raul Isidoro Pereira, Eugênio Fernandes Queiroga
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Arquitetura e Urbanismo
Assuntos em Português:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16135/tde-11072011-144930/
Resumo Português:Este trabalho é uma análise sobre uma unidade de conservação de proteção integral o Parque Natural Municipal do Pedroso, em Santo André dentro de um contexto urbano. A paisagem do Pedroso é fruto de uma herança de processos econômicos e sociais, que atuaram na formação do território, configurando-o como um remanescente fundiário e um fragmento de Mata Atlântica. Parte da problemática atual advém dessa herança de apropriações, de exploração dos recursos da natureza e do contato com a área urbana que avançou sobre seus limites, e que atualmente representa uma pressão antrópica sobre essa área natural, envolvendo outros municípios além de Santo André. Da necessidade de garantir a integridade de um manancial de abastecimento da cidade é que surge o parque, inicialmente como uma reserva florestal, passando por um período como parque urbano com atividades voltadas para o lazer, e no final da década de 1990, sendo elevado a categoria de unidade de conservação, dentro de um arcabouço legal que visa proteger ecossistemas naturais e oferecer maior garantia a sua conservação. O que se discute a partir daí, são as contradições que essa legislação apresenta diante de um contexto urbano como o do Pedroso, tendo sido importada de uma realidade distinta da brasileira, a partir de um ideário que privilegia a conservação da natureza e não o homem integrado a ela. O enfoque da paisagem expõe a complexidade e a pluralidade de compreensões acerca do tema.
Resumo inglês:This dissertation refers to an analysis about a Conservation Unit with environmental severe restrictions the Pedroso Municipal Natural Park , within an urban area in the city of Santo André, state of São Paulo. Pedrosos landscape is the legacy of social and economic processes that produced the territory configuration, thus consolidating it as a land property remnant and as an Atlantic Forest fragment. Part of the current problems is due to the inheritance of those processes for appropriation and exploitation of natural resources together with the sprawl of the urban areas towards its boundaries, which represents a pressure over this natural area, reaching other municipalities beyond Santo André. The Park emerges from the demand of protecting the citys watershed, firstly as a forest reserve, then as an urban park with recreation activities and finally, in the 1990s, it was raised to the category of a Conservation Unit, supported by legislation aiming the natural ecosystem preservation and offering more guarantees to its conservation. This work then reflects about the contradictions represented by this legislation when confronted with the urban context over Pedroso, having also been imported from a foreign reality, distinct from the Brazilian one, and which is based on the restricted conservation of nature, without the integration of man. This work focuses on the park as a broader concept of landscape revealing both the complexity and the diversity of approaches on the subject.