Nos labirintos da participação: um estudo de caso de uma ONG do campo democrático participativo

O objetivo deste trabalho é compreender as mudanças históricas ocorridas durante o período de redemocratização do Brasil, por meio da avaliação da expansão das organizações-não-governamentais (ONGs) no país. A partir da década de 90, dada a consolidação da democracia, notou-se uma explosão de criaçã...

Nível de Acesso:openAccess
Publication Date:2009
Main Author: Sara da Silva Freitas
Orientador/a: Francisco Maria Cavalcante de Oliveira
Banca: Heloisa Helena Teixeira de Souza Martins, Cibele Saliba Rizek
Format: Dissertação
Language:por
Published: Universidade de São Paulo
Programa: Sociologia
Assuntos em Portugês:
Assuntos em Inglês:
Online Access:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8132/tde-22022010-173717/
Resumo Português:O objetivo deste trabalho é compreender as mudanças históricas ocorridas durante o período de redemocratização do Brasil, por meio da avaliação da expansão das organizações-não-governamentais (ONGs) no país. A partir da década de 90, dada a consolidação da democracia, notou-se uma explosão de criação de organizações não governamentais e um refluxo ou desaparecimento dos movimentos sociais. Utilizando-se uma ONG inserida no campo democrático participativo como modelo destas instituições, verificou-se o que estes atores, relativamente novos no cenário político e social, construíram e representam hoje na atual sociedade brasileira. Utilizando-se de entrevistas como principal artifício metodológico, observou-se claramente que esta ONG reproduz em sua organização, a mesma lógica hierárquica e divisão de classes da sociedade na qual está inserida. Verificou-se também a relação da entidade com o partido dos trabalhadores. Destaca-se principalmente a maneira subjetiva e pessoal com a qual a relação ONG/sociedade é instituída. A pessoalidade é algo muito forte nessa relação, no entanto, se avaliarmos historicamente as relações que pautam nossas origens enquanto Estado, forjado desde seu nascimento nas relações de personalismo, de afetos e de favorecimentos, então a relação ONG/Partido/Movimento social torna-se plausível dentro deste contexto. A explosão de surgimento de ONGs no final do século XX, pode ser caracterizada segundo Guattari(1987) como uma revolução molecular e em terras tupiniquins transformam-se naquilo que Oliveira(2003) descreveu como o ornitorrrinco. As ONGs são importantes agentes de prestação de serviços, e estes serviços, por sua vez, são importantíssimos para a consolidação do sistema capitalista firmando-se como mercadoria. Estas são as contradições e as ambigüidades que formam o Estado que somos hoje.
Resumo inglês:The objective of this study is to understand the historical changes after the outcome of new democracy in Brazil, through an evaluation of non governmental organizations (ONGs). In the last twenty years, occurred an explosion in births of ONGs and a slow disappearing of political manifestations in the society. Taking one determined ONG as a model, we were able to see what these institutions had modified in our social and political environment. Using interview as our major method, we could observe that ONG´s organization obeys the same hierarchy logic of the brazilian society. We also investigated the relationship of this ONG and the actual government party. This work highlights the way this relationship is built and formed. It becomes very clear that the majority of relationships are made through a subjective criterion and actually, it is not a surprise in such a country that has the tradition of always take personal sides in its political context. The explosive appearing of ONGs at the end of XX century could be characterized as a molecular revolution agreed the author Guattari(1987) and is described as an ornitorrinco by the author Oliveira(2003) ONGs are now important agents to the solidification of capitalistic system. These ambiguities and contradictions are forming the political State that we have today in this country.